in

BEX, a plataforma que dá “match” entre empresas brasileiras e investidores do mundo todo

Plataforma aproxima empresa e investidores para viabilizar a captação de recursos em rodadas de investimentos

Publicidade

São Paulo, SP 9/3/2021 – O Brasil será o principal destino de investidores de Venture Capital e Private Equity nos próximos 5 anos

O mercado brasileiro tem chamado a atenção de diversos tipos de investidores, desde fundos de Private Equity, Venture Capital até bilionários e milionários de diversos setores.

A BEX M&A, startup brasileira de captação de recursos, anunciou que pretende levantar US$ 150 milhões para empresas, startups e projetos, através de sua plataforma on-line, onde empresários e empreendedores conseguem se conectar com investidores do mundo todo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

A startup especializada em M&A na América Latina já ajudou diversas empresas a captarem milhões com investidores estrangeiros. Hoje, a BEX já conta com mais de 20 mil investidores em sua base de dados, conforme informações da própria empresa.

O Brasil será o principal destino de investidores de Venture Capital e Private Equity nos próximos 5 anos, segundo análise dos executivos da BEX.

Uma prova disso são os recordes que as startups brasileiras vem alcançando em suas rodadas de investimento. O ano de 2020 foi o melhor para as startups. Em janeiro a Loft (startup que usa a tecnologia para simplificar a venda e compra de imóveis), havia se tornado o mais novo unicórnio brasileiro.

Mesmo em um momento de completa instabilidade causada pele crise do Coronavírus, os investidores continuaram apostando em empresas, projetos e startups no Brasil. No total o ano passado fechou com US$ 3,5 bilhões em rodadas de investimentos.

Em destaques nas rodadas de investimentos estão empresas como Vetx, Creditas e C6. A Vtex fechou sua rodada de investimento com um aporte de US$ 225 milhões, e também se tornou um “unicórnio” brasileiro. A empresa faz parte do segmento de e-commerce. O setor de vendas on-line teve um crescimento de cerca de 122% até novembro do ano passado, segundo a Câmara Brasileira de Economia Digital.

Embora não faça vendas diretas, a Vtex se destacou por oferecer uma plataforma completa para varejistas de pequeno, médio e grande porte. Isso impulsionou seu crescimento atraindo grandes investidores.

Mas a lista de startups “unicórnios” não para de crescer. Em dezembro de 2020, o C6 Bank, banco digital concorrente do Nubank, também se tornou um unicórnio após receber um aporte de R$ 1,3 bilhão em sua rodada de investimentos. O C6 é um banco criado por antigos executivos do BTG, e vem se destacando por oferecer um enorme portfólio de serviços financeiros de forma totalmente online.

Outro grande destaque de mercado foi a startup Creditas. A fintech de empréstimo levantou nada mais nada menos que US$ 255 milhões em seu round. A Startup chamou a atenção de grandes fundos como Softbank, Kaszek, Amadeus, entre outros investidores. O ano foi muito positivo: a Creditas dobrou sua receita de 2019 apenas nos primeiros nove meses de 2020, atingindo R$ 232 milhões.

Segundo a BEX M&A, 2021 será ainda melhor para as empresas e startups brasileiras. A plataforma registrou um aumento de 12% de novos investidores cadastrados, totalizando mais de 20 mil investidores. O objetivo da empresa é fechar 2021 com 30 mil investidores e mais de US$ 150 milhões captados para empresas, projetos e startups cadastradas em seu site.

Website: http://www.bexbr.com

Publicidade
Publicidade