in

Homem foi expulso de seu próprio funeral e obrigado sentar do lado de fora recebendo os parentes

O caso rapidamente tomou conta das redes sociais depois de ser transmitido.

Sun
Publicidade

Um caso considerado, no mínimo, curioso, tem tomado conta das redes sociais nos últimos dias e gerado grande onda de comentários. Um homem, de 29 anos de idade, foi colocado para fora de seu próprio funeral. O motivo vai de deixar intrigado.

O jovem se chamava Che Lewis foi atingido a tiros ao lado de seu pai, Adlay Lewis, de 54 anos. O caso aconteceu no último dia 25 e Che não conseguiu resistir aos ferimentos. Sua família, então, começou a providenciar o funeral.

Mas atendendo ao pedido de Che, o corpo foi embalsamado na posição sentada, para que ele pudesse ter sua última viagem ao ar livre antes de ser sepultado. O homem então foi levado, por meio do carro da funerária, para a igreja onde seria velado.

Publicidade

Che estava usando um óculos, um terno rosa, gravata e calças brancas, todo preparado para o seu velório. O problema foi que, ao chegar na Igreja de São João Evangelista, na cidade de Diego Martin, os funcionários do local acharam estranho o modo como o corpo iria ser velado e proibiram a cerimônia, expulsando o Che do templo.

Publicidade

Che precisou ficar sentado no lado de fora, na porta da igreja, onde recebia os amigos e parentes de luto por sua partida. De acordo com as informações divulgadas pelo The New York Post, algumas pessoas chegaram a criticar o homem por não usar máscara, sem se dar conta de que ele não estava vivo.

A cerimônia de Che foi realizada ao vivo e muita gente não sabia que o homem sentado na porta era, na verdade, o defunto. As imagens rapidamente tomaram conta das redes sociais.

Aurilane Alves

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.