in

Mãe faz alerta após esquecer absorvente no corpo por 5 dias e quase morrer por sepse

Ela resolveu fazer o alerta para evitar que outras mulheres passem pelo mesmo problema.

Crescer
Publicidade

Uma mãe resolveu dividir a sua história para alertar outras mulheres e assim evitar que passem pelo mesmo drama que viveu. Amy Williams, de 24 anos, teve uma experiência traumatizante que poderia ter tirado sua vida. A moradora de Basildon, na Inglaterra, revelou que teve que lutar contra a Síndrome do Choque Tóxico.

O problema pode levar a pessoa a ter um choque séptico, um caso grave de sepse, que pode levar o corpo a sofrer falência múltipla de órgãos e até mesmo a morte, caso não seja tratada corretamente. O drama começou após esquecer um absorvente interno por cinco dias dentro do corpo. “Eu tinha ouvido falar da síndrome, mas nunca pensei que fosse acontecer comigo. Eu usava absorventes internos há dez anos, mas nunca mais usarei. Quero alertar as mulheres e meninas para serem extremamente cuidadosas ao usá-los”, desabafou a britânica.

Tudo começou quando ela saiu com o namorado para um passeio. Quando precisou ir ao banheiro fazer a troca, não encontrou o barbante para puxar o absorvente. A mulher achou que não estava usando e decidiu colocar outro. Após o episódio, ela seguiu a vida normalmente, porém cinco dias depois, começou a sentir um cheiro horrível.

Publicidade

“Cheirava à morte e não era normal. Eu deitei na cama e verifiquei dentro de mim. Senti algo com a unha e percebi que havia um absorvente dentro. Fiquei mortificada”, disse Amy. Ela mesma conseguiu remover o absorvente. Contudo, ela começou a sentir fortes dores abdominais. Após dois dias da retirada, quando estava no seu trabalho, começou a passar mal e precisou ser socorrida às pressas. Nesse momento, a britânica já estava com um quadro de febre alta e vômito.

Publicidade

Os órgãos começaram a falhar e ela entrou em choque séptico e pouco depois veio o diagnóstico de síndrome de choque tóxico. Foi quando o médico falou que se tivesse voltado para casa naquele dia, não teria acordado mais. Após quase uma semana no hospital, finalmente se recuperou e recebeu alta. No entanto, teve que tomar antibióticos por 10 dias.

Por causa do problema, os médicos levantaram a possibilidade dela não conseguir mais engravidar. Mas, para alegria da britânica, um ano depois ela ficou grávida do seu segundo filho. Ela faz o alerta, pois não conseguia acreditar que quase perdeu a vida por causa de um absorvente interno.

Shyrlene Souza

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.