in

Aluna é expulsa da própria festa de formatura por roupa que usava: ‘Fui forçada a sair’

O sonho da formatura acabou se tornando em um verdadeiro pesadelo na vida dela.

The Washington Post
Publicidade

O sonho de maioria das jovens norte-americanas é de se formar e o ‘grande dia’ costuma ser coroado com o tradicional baile de formatura, tão bem representado em boa parte dos filmes estadunidenses que chegam até aqui. Mas para uma adolescente em especial, este que seria o dia de sua festa de formatura, foi marcado por uma decepção difícil de esquecer.

Aniya Wolf foi barrada de entrar na própria festa de formatura por não concordar com as roupas oficiais que a sua instituição de ensino, fundamentada na fé católica, tinha determinado que deveriam ser usadas para homens e mulheres.

Aniya deveria estar, de acordo com as regras, usando um vestido previamente determinado, mas resolveu aparecer na celebração vestida com o terno, que deveria ser de uso exclusivo dos meninos.

Publicidade

A jovem, que é lésbica, gosta de usar roupas consideradas como sendo masculinas e o faz desde muito pequena.

Escola de Aniya envia nota de justificativa para o ato

“O código de vestimenta para a formatura especificava que meninas deveriam usar vestidos formais. Também informava que alunos que não seguissem a ordem não seriam admitidos. Simplesmente pedimos a eles [os alunos] para seguir as regras que determinamos”, disse a instituição de ensino. A escola, The Harrisburg Catholic, ainda afirmou que Aniya não foi a única estudante barrada na porta de entrada por não estar fazendo uso das tais roupas previamente determinadas.

““Infelizmente, eu não fui admitida na festa. Fui forçada a sair. Ameaçaram chamar a polícia. Eles não podem tirar o meu orgulho”, desabafou Aniya Wolf em seu perfil no Facebook.

Caso voltou a ganhar repercussão no Brasil

Toda esta inusitada situação ocorreu no ano de 2016, muito antes do advento da pandemia de coronavírus e quando as festas não estavam suspensas. Entretanto, a matéria voltou a circular em sites do país.

Evandro

Escrito por Evandro

O mundo do entretenimento é a minha vida.