in

Não faça isso! Antes de relação com a namorada, homem toma atitude que o leva pra cadeia

Homem foi condenado a quatro anos e juiz explicou decisão tomada no tribunal.

Getty Images
Publicidade

Andrew Lewis, hoje com 47 anos, era muito namorador. Mas um dia sua companheira descobriu algo chocante que o fez ser condenado por quatro anos. O homem da cidade de Worcester, no Reino Unido, pode ficar todo esse tempo atrás das grades. A atitude que ele tomou não deve ser repetida por ninguém.

Antes de namorar, Lewis tinha o costume de furar os preservativos que seriam utilizados. A mulher vítima da ação de Lewis não sabia de nada. Ela descobriu quando encontrou um preservativo furado na lata de lixo. Em seguida, a mulher também viu que ele tinha alfinetes e outros preservativos danificados na cabeceira da cama.

A atitude de Lewis pode parecer simples, mas não é. O caso foi parar no tribunal. Em um primeiro momento, ele negou as acusações que foram feitas pela companheira, mas depois acabou reconhecendo o erro no tribunal. A defesa de Lewis argumentou que ele achava que ao furar os preservativos teria melhor intimidade com a companheira.

Publicidade

Para desespero de Lewis, o tribunal o condenou a quatro anos por estupro. A decisão foi proferida pelo juiz Nicholas Cole. O magistrado afirmou que Lewis teve sorte de não ter engravidado a vítima. Neste caso, a pena seria ainda maior já que a mulher havia deixado claro que não queria engravidar e que só teria relação porque ele tinha preservativo.

Publicidade

“Foi uma quebra de confiança. O delito de estupro é tão grave que a pena de prisão é apropriada”, disse o juiz Cole. Lewis não se manifestou depois da condenação, mas ela serve de alerta para todos os homens.

Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br