in

Marido apaixonado envia buquês de flores para esposa internada com Covid-19 todos os dias

O caso gerou repercussão após os profissionais de saúde do hospital divulgarem a história na internet.

Facebook Lafayette General Health
Publicidade

É possível amar em tempos de pandemia. Pelo menos é isso que Kay Pelican está mostrando para a esposa, os funcionários do hospital Lafayette General Health em Louisiana, nos Estados Unidos, e após a repercussão do caso, a todo mundo.

A esposa de Kay, Chenella, com quem está casado há 19 anos, está internada desde o começo de agosto com Covid-19. Por conta do aparelho de oxigênio, ela não pode falar, mas está consciente e sabe dos presentes que seu marido envia todos os dias para o hospital.

As visitas aos pacientes com coronavírus está suspensa em hospitais de todo o mundo, e não somente no Brasil, logo, Kay decidiu se mostrar presente no tratamento de sua musa inspiradora, mesmo à distância. A atitude de Kay não melhora apenas o dia de Chenella, mas também dos enfermeiros, médicos e demais funcionários do hospital.

Publicidade

O caso ganhou repercussão após os profissionais de saúde que cuidam de Chenella tirarem uma foto mostrando as flores e balões que Kay envia todos os dias. Foi a partir daí que o caso começou a repercutir na imprensa.

Publicidade
Publicidade

Romance can get a little complicated when a spouse is hospitalized for #COVID19. But that hasn’t stopped one man who’s…

Gepostet von Lafayette General Health am Montag, 17. August 2020

A diretoria do hospital disse que a esperança de Kay na recuperação da esposa e o amor que demonstra contagia e melhora o dia de todos na unidade. O homem apaixonado foi entrevistado e declarou que normalmente quando ele ou a esposa estão em um hospital, o outro costuma ficar sentado ao lado conferindo apoio, mas como nesse caso não é possível, sua atitude serve para que ela saiba que ele está lá ao seu lado, mesmo que não de forma física.

As enfermeiras ajudam Kay e Chenella a se comunicarem via vídeo chamadas. Embora a paciente não possa falar, os dois conseguem se comunicar e ela ouve tudo que ele diz.

Por fim, a gerente do hospital, Michelle Broussard, disse que mesmo em um momento tão difícil como a pandemia, que traz muitas incertezas ao mundo, é possível acreditar que coisas boas continuam acontecendo e a história de Kay e Chenella é uma delas.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Guti M

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades