in

Jovem que arrancou os próprios olhos por efeito de drogas ganha transplante ocular

Em uma crise psicótica a jovem arrancou os próprios olhos; assunto repercutiu em todo o mundo.

Kaylee Muthart
Publicidade

Em 2018, quando Kaylee Muthart estava sob efeito de metanfetamina, cometeu uma loucura que até hoje muita gente dúvida: arrancou os próprios olhos. O caso ganhou repercussão mundial e Kaylee, ficou cega desde então.

Passados quase dois anos após o trágico ocorrido, a jovem, hoje com 22 anos, conseguiu passar por um transplante duplo de globo ocular. As próteses não servem para que ela volte a enxergar, mas possibilitam que sua aparência seja de uma pessoa normal, que dispõe dos dois olhos. Como ela os arrancou, aparentava que estava sempre com os olhos fechados.

Segundo declaração de Kaylee a revista People, quando ela arrancou os olhos durante a crise psicótica, viu um poste com uma luz branca que se transformou em um pombo branco, enquanto as árvores começaram a se curvar e o céu passou a escurecer. Naquele momento teve a certeza que o mundo se acabaria e pela sua cabeça passou a ideia de que se arrancasse os olhos, estaria salvando o mundo.

Publicidade

Apesar da trágica consequência, o episódio serviu para Kaylee mudar completamente sua vida. Ela foi para a reabilitação e abandonou completamente as drogas, pois viu que o uso de entorpecentes estava acabando com ela e existia o risco de continuar a lhe provocar dano e até mesmo a morte. Ela voltou a viver com a mãe e reaprendeu como se locomover, desta vez, com o uso de uma bengala, seguindo orientações de especialistas em pacientes cegos.

Publicidade
Publicidade

Kaylee também está namorando Alex George, um rapaz vinte anos mais velho que ela que tem a apoiado nessa nova fase de sua vida. Sua mãe está feliz que ela tenha abandonado as drogas. A moça disse que tudo o que queria era se parecer com alguém normal novamente, por isso o transplante duplo das próteses oculares foi tão importante para ela.

A cirurgia foi feita dia 5 de agosto pelo médico Joseph Gorrin. Kaylee está escrevendo um livro autobiográfico em que contará sua história de superação contra o vício em drogas. Ela afirmou que não foi nada fácil se livrar da metanfetamina, mas que felizmente conseguiu superar e considera que evoluiu muito em sua nova vida nos últimos dois anos.

Kaylee já sabe bastante de braile e consegue fazer várias atividades de seu dia a dia sozinha, como estender o lençol na cama, cuidar dos animais de estimação, lavar roupas e cozinhar.

Atualmente ela estuda em uma escola para pessoas com deficiência visual e em breve receberá um cão guia para auxiliá-la em outras atividades diárias, lhe garantindo mais autonomia na vida.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Guti M

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades