in

Estranha criatura é filmada na Islândia

Ao visitar cachoeira com o namorado, mulher flagra surgimento de suposto ser desconhecido.

Instagram/feverdreamofficial/
Publicidade

Em 12 de agosto, a islandesa Vigdís Howser Haroardottir decidiu conhecer uma cachoeira na Islândia chamada Dettifoss. Situada no Parque Nacional Vatnajökull, o local é um conhecido ponto turístico daquele país.

A mulher, música profissional, e que diz viajar pelo território islandês na companhia do namorado, chamou a atenção da imprensa nacional ao postar um vídeo da famosa cachoeira.

Além das belas imagens já conhecidas, o surgimento de uma estranha criatura em meio às fortes quedas da água, gerou curiosidade e espanto entre a mídia e os habitantes do país. Veja a seguir.

Publicidade

Publicidade
Publicidade

Em depoimento ao jornal local Fréttabladid, responsável por destacar a peculiaridade do fenômeno na mídia tradicional, a garota revela assombro com a aparição da inusitada criatura de anatomia humanoide.

Vigdís acrescenta que na data da gravação não havia notado o curioso ser. Diz tê-lo observado somente no dia seguinte, quando assistiu ao vídeo feito pelo celular. Afirma também não haver montagem ou qualquer tipo de manipulação gráfica no evento captado. Segundo ela, a imagem é real.

Elfo? Demônio?

Ao exibir o acontecimento no Instagram, rapidamente ele viralizou na internet. Perplexa com a filmagem, a garota afirma que ela e o namorado passaram um longo tempo naquela área.

Enfatiza que não haviam pessoas na frente deles. Salienta ainda que eram apenas dez visitantes naquele dia.

Conforme a testemunha, vários indivíduos disseram se tratar criaturas do imaginário coletivo como elfos ou demônios.

Embora não compreenda o que de fato foi captado na câmera, a mulher admite não saber se é algo sobrenatural ou não. Até o momento o enigma permanece.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Artur Zingano Jr.

Escrito por Artur Zingano Jr.

Formado em Jornalismo pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), em 2008. Trabalhou como editor-chefe e repórter em jornais diários e como redator em portais de notícias online. Especialista em assuntos curiosos e bizarros, porém verídicos. Gosta de esquisitices? então vem comigo!