in

Casal abandona residência após ouvir sons assustadores

Estranhos fenômenos afugentam moradores. Atualmente eles exigem investigação séria por parte das autoridades.

Wales Online/Robert Melen
Publicidade

Desde 2018, Alan e Christine Tait abandonaram a casa em que viviam, na região de Camarthenshire (País de Gale/Reino Unido), após ouvirem gritos, choros e xingamentos vindos do subsolo da residência. As vozes eram de homens, mulheres e crianças.

Conforme a imprensa local, que continua a cobrir o fenômeno, o evento teve início durante uma madrugada daquele ano. Ao levantar para preparar café, eles ouviram sons horripilantes. Desde então o episódio é destaque em veículos de comunicação do Reino Unido. 

Embora a maioria das pessoas acredite se tratar de atividade paranormal (vozes fantasmagóricas ou talvez a captura sonora de um universo paralelo), Alan e a esposa Christine cogitam a existência de uma quadrilha criminosa que talvez atuasse no subsolo próximo à casa onde moravam.

Publicidade

Ela recorda o início dos acontecimentos. Ressalta ter ouvido, inicialmente, um barulho semelhante a descarga de privada. Depois começaram sons de máquina de escrever, de correntes se arrastando, de uma descarga de moto e por fim o grito de pessoas desesperadas.

Publicidade
Publicidade

Ainda mais fundo 

Intrigado com o curioso evento, o marido cavou dois buracos de 1,5 metro nas paredes do porão, inseriu equipamentos para captação sonora e começou a gravar. Daquele momento em diante os dispositivos captaram outros bizarros ruídos.

Eles variavam de uma mulher gritando a buzinas de automóveis, sons sexuais, latidos de cachorros, sirene da polícia e impressora funcionando.

Apesar da certeza do casal de que existe uma gangue atuando embaixo da moradia onde viviam, a imprensa local foi à casa, em 2019, na expectativa de gravar os acontecimentos. Contudo, nenhum tipo de som foi ouvido pelos equipamentos dos jornalistas.

A polícia também descartou a hipótese de bandidos atuarem no subsolo da residência. Desde então as autoridades ignoram os apelos dos proprietários, que exigem uma séria investigação por parte dos agentes de segurança.

Atualmente eles vivem em uma casa móvel no norte da Inglaterra. Alan e Christine Tait costumam mudar para diferentes cidades com objetivo de contar o que está acontecendo em seu domicílio.

O local continua abandonado. Por acreditar que outros indivíduos corram perigo se morar naquele lugar, eles se negam a alugar o domicílio. Uma petição online também foi criada para que a polícia faça uma séria investigação sobre a origem dos fenômenos.

Talvez as autoridades tenham percebido que um padre seria mais necessário para esse caso. O mistério permanece.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Artur Zingano Jr.

Escrito por Artur Zingano Jr.

Formado em Jornalismo pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), em 2008. Trabalhou como editor-chefe e repórter em jornais diários e como redator em portais de notícias online. Especialista em assuntos curiosos e bizarros, porém verídicos. Gosta de esquisitices? então vem comigo!