in

Luto: pai e filho de 7 anos morrem afogados durante passeio em família

De acordo com a polícia, os corpos das vítimas foram encontrados dois dias após o acidente.

Info7
Publicidade

Os corpos sem vida de um menino de sete anos e seu pai foram encontrados no último domingo (28), em Huasteca Potosina. De acordo com as autoridades locais, as vítimas estavam desaparecidas desde a última sexta-feira (26), quando desrespeitaram o isolamento social para um passeio em família.

Segundo informações repassadas pela imprensa local, o corpo de Rodolfo Fuentes, de 40 anos, foi encontrado na manhã de domingo, no rio Santa María, a cerca de 200 metros da cachoeira Tamul, no México. Já o corpo de seu filho Marcelo, de 7 anos, foi encontrado cerca de 12 horas depois na parte superior da cachoeira. A polícia relatou que o corpo do menino estava preso em galhos de árvore.

Barqueiros e voluntários da comunidade de Tanchanchín e pessoal da Proteção Civil receberam a tarefa de procurá-los desde sexta-feira passada, quando foi relatado o desaparecimento. Os corpos das vítimas foram encaminhados para a cidade de Saltillo, em Coahuila, cidade natal. O governo de San Luis Potosí lamentou as mortes das vítimas e enviou suas condolências a familiares e amigos. 

Publicidade

De acordo com a mídia local, a família viajou para a região de Huasteca Potosina na sexta-feira, 26 de junho, entrando na área das cachoeiras de Tamul de forma proibida, pois estão fechadas devido à pandemia da Covid-19. Logo depois, pai e filho foram varridos pela corrente do rio Gallinas, a mãe do menino conseguiu sair do rio e imediatamente relatou o desaparecimento.

Publicidade

O governo agradeceu o esforço dos voluntários, que participaram das buscas, além da Proteção Civil do Estado, da Secretaria de Segurança Pública do Estado, Câmaras Municipais, bombeiros, polícia, entre outras empresas que trabalhavam no local.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Francisco Nunes

Escrito por Francisco Nunes

Barbeiro profissional, e nas horas vagas escrevo para o site 1News.