in

Ministro entrega carta de demissão, e Bolsonaro toma decisão

Decisão foi anunciada na tarde desta terça-feira (30); mais um ministro deixa o Governo.

Flickr Allan Santos
Publicidade

Haverá mais uma troca em ministérios no governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Nesta terça-feira (30), um ministro entregou carta de demissão a Bolsonaro, e o presidente aceitou o pedido. Bolsonaro já estaria à procura do substituto para o cargo. A tarefa não será fácil.

Carlos Decotelli havia sido anunciado ministro da Educação na última quinta-feira (25), em edição extra do Diário Oficial da União (DOU). Bolsonaro também postou foto ao lado do ministro e elogiou o seu currículo. Àquela altura, Decotelli era considerado pós-doutor, com formação no Brasil, na Argentina e na Alemanha.

Após muita polêmica, universidades da Argentina e da Alemanha negaram que ele tenha concluído os cursos. Nos últimos dias, Decotelli, que já estava trabalhando como ministro, ficou muito desgastado. Havia a informação de que Bolsonaro não queria demiti-lo, mas queria que ele pedisse demissão.

Publicidade

Foi o que aconteceu nesta terça-feira. Decotelli entregou carta de demissão para o presidente, que aceitou o pedido e agora parte em busca de um novo ministro para o cargo. Será o quarto. Ricardo Vélez Rodriguez, Abraham Weintraub e Carlos Decotelli não ficaram no comando da pasta.

Publicidade

Decotelli foi uma indicação da ala militar do Governo Federal e parecia ter um perfil bem diferente dos dois anteriores, que eram considerados integrantes da ala ideológica do Governo, ligada a Olavo de Carvalho. De acordo com o R7, os militares temem que um nome ideológico seja indicado com a saída precoce de Decotelli. O anúncio deve ser feito nos próximos dias.

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br