in

Bolsonaro confirma extensão do Auxílio Emergencial com duas parcelas e manutenção de valores

Benefício foi estendido por mais dois meses, devido à continuidade da pandemia.

Agência Brasil
Publicidade

Em cerimônia realizada na tarde desta terça-feira (30), no Palácio do Planalto, em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou a prorrogação do Auxílio Emergencial – benefício criado para ajudar a população brasileira em tempo de crise por conta da pandemia. Contrariando o cenário que havia sido sinalizado por ele mesmo na semana passada, o chefe do Executivo confirmou que a população receberá mais duas parcelas do recurso, ambas no valor de R$ 600 cada.

A decisão de Bolsonaro vai de encontro ao que o Congresso Nacional através do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, queria juntamente com outros parlamentares. Inicialmente chegou a se cogitar o pagamento de três parcelas, com valores decrescentes de R$ 500, R$ 400 e R$ 300. Em suma, em termos financeiros, os brasileiros receberão a mesma quantia.

Caixa realiza quatro pagamentos nesta terça (30)

A Caixa Econômica Federal está realizando nesta terça (30) quatro pagamentos distintos do Auxílio Emergencial. Além de beneficiários do Bolsa Família, que podem fazer o saque do valor relativo a terceira parcela, a CEF credita R$ 600 na poupança digital de milhares de brasileiros, nascidos entre março e abril.

Publicidade
  • 1ª parcela: quem se cadastrou entre 27 de maio e 16 de junho para pedir o auxílio.
  • 2ª parcela: quem recebeu a primeira parcela do auxílio entre 16 e 29 de maio.
  • 3ª parcela: quem recebeu a segunda parcela entre 20 e 26 de maio.

Com o dinheiro na poupança, o beneficiário pode fazer pagamentos de contas básicas como água e energia, como também pode realizar compras via cartão digital. Tudo isso é operado através do aplicativo Caixa Tem.

Publicidade

Quem fez o cadastro e já está recebendo alguma das parcelas do Auxílio, também terá direito aos dois pagamentos extras.

Publicidade