in

Enfermeiros de hospital no MS participam de festa clandestina, zombam da Covid-19, e caso gera revolta em população

Três funcionários de hospital estão sendo acusados de participarem de festa em meio à pandemia.

Reprodução - Midix Max
Publicidade

Situada no interior do Mato Grosso do Sul, a cidade de Nova Andradina – que fica a 297 km de Campo Grande – tornou destaque nacional neste início de semana. Tudo por conta da realização de uma festa clandestina de servidores do Hospital Regional. Em vídeo que circula pela web, os funcionários da saúde aparecem dançando e gritando “Covid-19” para as câmeras.

Nas imagens é possível ver várias pessoas festejando em um pequeno espaço, descumprindo totalmente as regras de isolamento social, por conta da pandemia. Fotos também chegaram a ser compartilhadas em grupos, fato que gerou uma enorme revolta da população. 

Publicidade

No vídeo vazado, os participantes da festa gritavam ironicamente, pedindo que as pessoas fizessem doações utilizando o QR Code, como os artistas têm feito em suas lives beneficentes, além disso ainda gritaram “Covid-19” em alguns momentos.

Publicidade

Em entrevista ao Jornal MidiaMax, o diretor do Hospital Regional de Nova Andradina disse que o procedimento administrativo será aberto após notificação das autoridades. Ele ainda afirmou que o hospital passa regularmente toda a orientação devida, para que os funcionários obedeçam a quarentena de forma rígida. Contudo, destacou que não pode ter controle na vida dos mesmos fora da unidade hospitalar.

Números da Covid-19

Entre todos os estados brasileiros, o Mato Grosso do Sul aparece como a região com o menor números de casos, mas os índices começam a crescer. Na última sexta-feira (26), o município de Nova Andradina registrou uma morte e mais de 40 casos foram confirmados.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade