in

Por que a OMS disse que o pior da pandemia da Covid-19 ainda está por vir?

Pandemia do coronavírus segue registrando números elevados em território nacional.

G1
Publicidade

A declaração do diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmando que o pior da pandemia do coronavírus ainda está por vi causou aflição na população mundial. 

Passados seis meses do início da pandemia, o integrante da órgão de saúde afirmou que o vírus infectaria mais pessoas caso os governos não implementassem políticas corretas. Desde o surgimento da Covid-19, mais de 10 milhões de pessoas pelo mundo já testaram positivo para a doença. O foco se iniciou na China, passou pela Itália e se alastrou por todos países da Europa, até chegar na América.

O número de óbitos pela Covid-19 em escala global já ultrapassa a casa de 500. Somente Estados Unidos e Europa já respondem por metade dos casos do mundo. No entanto, os índices registrados no país norte-americano e no Brasil estão crescendo exponencialmente.

Publicidade

Além disso, o vírus está impactando o sul da Ásia e a África, tendo o pico da pandemia previsto para chegar no fim de julho. Enquanto potências passavam por momentos críticos da pandemia, praticamente toda o continente africano registrava números baixíssimos de infectados.

Publicidade
Publicidade

“Com 10 milhões de casos agora e meio milhão de mortes, a não ser que nós enfrentemos o problema que já identificamos na OMS, a falta de união nacional e a falta de solidariedade global e o mundo dividido que estão ajudando o vírus a se espalhar… o pior ainda está por vir”, disse Tedros na última segunda-feira (29).

Exemplo

Segundo o diretor da OMS, os países devem seguir o exemplo de Alemaha, Coreia do Sul e Japão, que controlaram a pandemia com a implementação de testes e um monitoramento rigorosos.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade