in

Covid-19: menina de 10 anos deixa UTI após 40 dias e reencontra os pais: ‘minha filha é um milagre’

Durante todo o período que esteve internada, a menina não pôde ter contato com os pais.

G1
Publicidade

O coronavírus tem feito milhares de vítimas pelo mundo e no Brasil a situação não é diferente. Infelizmente, muitos perderam a vida por causa da Covid-19. Contudo, em meio a tantas vidas interrompidas, algumas histórias são capazes de aquecer o coração e trazer um alento no grande sofrimento que assola a sociedade.

A história de superação de uma criança de apenas 10 anos chamou atenção e ganhou repercussão na mídia. O abraço tão esperado foi marcado pela emoção do reencontro entre os familiares. Pais e filha puderam finalmente se ver novamente após ficarem 40 dias separados por causa do coronavírus.

A pequena Núbia dos Santos Sousa, de 10 anos, ficou internada na UTI pediátrica depois de ter sido diagnosticada com o coronavírus. A garotinha deu entrada no HRBA – Hospital Regional do Baixo Amazonas em Santarém, no oeste do Pará, no dia 21 de maio com um quadro clínico considerado grave, precisando do uso de oxigênio.

Publicidade

A criança foi a primeira criança do hospital confirmada para a Covid e também acabou se tornando a primeira a se recuperar. Durante o tempo que esteve hospitalizada, Núbia não teve nenhum contato com os pais. A internet foi crucial para poder aplacar um pouco a saudade e a distância entre os familiares.

Publicidade
Publicidade

Na saída do hospital, os pais da menina, que estavam acompanhados de outros parentes, aguardavam com grande ansiedade para ver a filha. Já do lado de dentro, a pequena também foi tomada pela emoção e não conseguiu conter as lágrimas ao rever os entes queridos. A criança estava vestida com uma roupa bem especial, como Mulher-Maravilha.

A roupa de heroína tem um significado muito especial, pois representa a coragem, força e a luta numa fase bem difícil de sua vida. “É uma emoção muito grande. Tivemos sempre muita preocupação, mas estávamos confiantes em Deus. Tive fé também no trabalho dos profissionais”, falou a mãe extremamente emocionada.

A garotinha sofre de uma doença pulmonar crônica, desde os três meses de vida. Ela tem asma e já enfrentou um tratamento contra tuberculose. Norma dos Santos Sousa, mãe da criança, fez questão de ressaltar que a filha é um milagre e que se continua viva é pela vontade de Deus.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade