in

Sari Corte Real na delegacia: Ex-patroa da mãe de Miguel fala pela primeira vez sobre o caso

Primeira-dama de Tamandaré prestou depoimento à policia nesta segunda-feira (29).

Blog Ricardo Antunes
Publicidade

Quase um mês após a morte do menino Miguel, Sari Corte Real compareceu à delegacia de Santo Amaro, no Centro do Recife, para prestar seu primeiro depoimento sobre o caso. Desde que o caso ganhou repercussão na imprensa, a ex-patroa de Mirtes não havia se pronunciado sobre a queda do menino. Dessa vez, ela quebrou o silêncio e falou formalmente com a polícia.

Segundo o G1, Sari chegou ao local por volta das 6h da manhã, horário mais cedo ao habitual da abertura da delegacia. De acordo com o site, a Polícia Civil informou que mediante a pedido do advogado de defesa da ex-patroa, o depoimento foi adiantado para que a primeira-dama não sofresse com represália de populares.

“Considerando os argumentos relativos à possibilidade de aglomeração de pessoas e o risco de agressão à depoente por parte de populares”, informou em nota, o delegado que cuida do caso.

Publicidade

Sari compareceu à delegacia acompanhada pelo marido, um motorista e dois advogados. No primeiro momento, nenhum deles quis se pronunciar através da imprensa, diferente da mãe de Miguel, que esteve presente no local e chegou a conversar com a ex-patroa.

Publicidade

Mirtes contou que Sari não pediu desculpas e desabafou sobre o contato com a ex-patroa. “Ela não demonstrou arrependimento nenhum. Ela é um monstro, uma pessoa fria e calculista”, disse a mãe de Miguel.

Sobre o caso, a Polícia Civil informou que o inquérito durará em torno de 30 dias, mas pode ser prorrogado após o prazo. O delegado que cuida do caso disse que irá se pronunciar sobre as investigações logo que o processo chegar ao fim.