in

Bolsonaro fica em situação delicada e auxílio de R$ 600 pode durar até dezembro

Prorrogação do auxílio emergencial deve ser tema de discussão no Congresso Nacional.

Flickr Alan Santos / Caixa
Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro e sua equipe econômica, liderada pelo ministro Paulo Guedes, já deixaram claro que querem a prorrogação do auxílio emergencial por mais três meses com valores escalonados descrecentes. Neste cenário, a quarta parcela do auxílio, a ser paga em julho, seria de R$ 500.

Em agosto, este valor cairia R$ 100. Em setembro, a última parcela seria de R$ 300. O Governo Federal não deve ter vida fácil para aprovar a prorrogação do auxílio com os novos valores. O aval do Congresso Nacional (Câmara dos Deputados e Senado Federal) não deve ser fácil.

Alguns senadores já se manifestaram a favor da prorrogação do auxílio emergencial até o fim do ano e apresentaram projetos de lei (PL) sobre o tema. Estes são os casos de Jean-Paul Prates (PT-RN), Rodrigo Cunha (PSDB-AL) e Zenaide Maia (Pros-RN).

Publicidade

“Não prorrogar o auxílio emergencial, e em R$ 600, significa empurrar milhões de brasileiros para as ruas e para a doença. Nunca é demais lembrar que o auxílio mantém aquecido o comércio de bens e serviços básicos, e que parte do gasto volta ao Estado na forma de arrecadação”, afirmou Rodrigo cunha.

Publicidade

Cunha é autor do PL 3.426/2020, que estenderia o benefício até o fim do ano mantendo o valor atual. Prates é autor do projeto de Lei (PL) 2.627. Ele propõe a extensão do benefício até dezembro, quando termina o estado de calamidade pública aprovado pelo Congresso Nacional.

O PL 2.928, de Zenaide Maia, é ainda mais radical e propõe o pagamento do auxílio emergencial a outras classes de trabalhadores que não foram contemplados inicialmente. O tema, sem dúvida, causará grande discussão. O primeiro passo é o Governo Federal enviar proposta ao Congresso Nacional.

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br