in

‘Eu tinha que vir para dizer uma verdade na cara dela’: mãe de Miguel faz acerto de contas com patroa

A declaração foi dada pela mãe do menino Miguel Otávio, de 5 anos, diante da Delegacia de Santo Amaro, no Centro do Recife.

G1 / Montagem
Publicidade

Um dos casos de maior repercussão nos últimos tempos foi a morte do menino Miguel. Ele tinha apenas cinco anos de idade, quando acabou caindo do nono andar de um prédio. O menino estava sob responsabilidade da patroa da mãe, quando tudo aconteceu. Nesta segunda-feira, 29 de junho, a morte de Miguel ganhou mais um capítulo.

A mãe do menino, Dona Mirtes, falou com jornalistas ao chegar à porta de uma delegacia na cidade de Recife, no estado de Pernambuco. A patroa dela, Sarí Corte Real, passou a manhã conversando com os investigadores. O objetivo da polícia é saber como tudo aconteceu. Em entrevista, Dona Mirtes contou que espera ter uma espécie de acerto de contas com a patroa. 

“Eu não queria, mas eu tinha que vir para dizer uma verdade na cara dela. E vou ficar aqui até ela sair”, disse Mirtes aos jornalistas, comovendo muitas pessoas que acompanham em todo o país o seu drama. 

Publicidade

Por conta da expectativa do depoimento de Sarí Corte real, a delegacia da região abriu uma hora mais cedo. Tudo para evitar mais tumulto na chegada da patroa de Mirtes. A agora a ex-empregada de Saria acredita que a mulher que ficou minutos com seu filho, mas que não foi capaz de tomar conta do garoto, esteja apavorada com tudo o que está ocorrendo.

Publicidade
Publicidade

“Ela está com medo de quê, que não pode esperar a delegacia abrir, como todos os outros esperam? Todo mundo espera a delegacia abrir para resolver alguma coisa“, disse a mãe de Miguel ao falar sobre tudo. O garoto era o único filho da doméstica, que no momento da queda do garoto estava passeando com os cachorros de Sarí. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.