in

O misterioso caso da neta que congelou a avó por R$ 1 milhão e seu inacreditável desfecho

No freezer de sua casa, esta mulher colocou o corpo de sua avó, morta desde 2004.

Foto: Escritório do Xerife do condado de York
Publicidade

Imagine alguém congelar o corpo de um ente querido com a finalidade de se passar por essa pessoa, recebendo o dinheiro da pensão e demais benefícios em nome de quem teria o direito. Foi exatamente isto o que aconteceu com uma senhora que faleceu aos 97 anos, mas que teve sua morte mantida em segredo, por sua neta, de 61 anos.

O fato se deu em 2004, cerca de 16 anos atrás, quando Glenora Delahay faleceu aos 97 anos. Ela recebia uma pensão de aproximadamente US$ 1765, algo perto de R$ 10 mil mensais. O caso ocorreu nos EUA, na Pensilvânia, e veio a público após ser noticial pelo jornal The Philadelphia Inquirer.

Na matéria, o jornal fez o relato de que Cynthia Black, 61 anos, neta da idosa congelada, recebeu o total de US$ 186 mil, equivalente a R$ 991 mil na cotação atual, ao longo do período em que o caso não tinha sido descoberto e que, em segredo, recebia a pensão em nome de sua avó.

Publicidade

O curioso é que nem o próprio governo desconfiou do crime. Caso estivesse viva em 2020, Glenora teria 113 anos e ainda assim tudo foi descoberto apenas porque o marido da neta foi preso e ela decidiu abandonar a casa em que moravam, deixando lá o corpo da falecida avó.

Publicidade

Corpo foi mantido em freezer por 16 anos

À Polícia, Cynthia relatou que necessitava do dinheiro da pensão para sobreviver. Sua mãe faleceu em 2011 e ela teria encontrado o corpo da avó, na própria residência dela, já que dividiam o mesmo teto. Só que ao invés de emitir as documentações e enterrar a avó, preferiu manter tudo sob sigilo e receber o benefício.

Como tudo foi descoberto

Após casar, Cynthia levou o corpo da avó junto para a nova casa que comprou para morar com Glenn Black Jr., só que seu marido foi preso e a casa era hipotecada, sendo de propriedade de uma empresa que recolocou o imóvel disponível a visitação.

Em uma dessas visitas à residência, duas mulheres descobriram o que restava do corpo de Glenora Delahay, abandonado em um freezer no imóvel, e o caso foi levado até a polícia, onde se descobriram todos os sórdidos detalhes sobre o motivo do corpo ter sido abandonado ali.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Mari

Escrito por Mari

Alguém que curte escrever sobre entretenimento e diversidades.