in

Dono da Havan pede esclarecimento ao Jornal Nacional, mas recebe a pior resposta possível

Empresário foi criticado novamente pelo programa, após pedir esclarecimento sobre reportagem.

Globo / Veja
Publicidade

Neste sábado, 27 de junho, quem assistia ao Jornal Nacional ficou surpreso após o telejornal anunciar que o empresário Luciano Hang, dono das lojas Havan, havia pedido esclarecimento ao noticioso. Tudo porque, no início do mês, em uma reportagem exibida no dia 8, o programa acusou Hang de sugerir que os números da Covid-19 fossem maquiados no Brasil.

O empresário nega essa sugestão, o que fez agora, quase 20 dias depois, o apresentador do telejornal mais assistido do país, Flávio Fachel (está na folga de William Bonner) ler uma nota com o posicionamento do dono  da Havan. Como mostra o site Notícias da TV, no entanto, a resposta do Jornal Nacional foi terrível para o empresário.

Isso porque o telejornal, apesar de dar o posicionamento dele após o pedido de esclarecimento, realizou o solicitado, esclareceu ao empresário o porquê disse que ele havia sugerido maquiar números de coronavírus. Ou seja, trouxe essa imagem negativa novamente para o dono da Havan, que chegou a colocar feijão dentro da loja só para conseguir reabrir o seu empreendimento. 

Publicidade

“Luciano Hang, que não é médico, nem tem experiência em gestão de saúde pública, colocou em dúvida as informações do próprio Ministério da Saúde sobre as mortes causadas pelo coronavírus. Servidores disseram que o vídeo em que Hang fala sobre as mortes foi repassado pela cúpula do Ministério da Saúde para eles no fim de semana”, disse um trecho da nota do Jornal Nacional contra o empresário.

Publicidade
Publicidade

Como era de se esperar, a cutucada do telejornal em Luciano Hang acabou tendo grande repercussão nas redes sociais.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.