in

Casagrande viu Baby virar ‘um monstro’ enquanto ela o ungia contra cocaína

Casagrande conta em novo livro como se livrou da vício em cocaína e heroína: filhos, terapia, Jesus e Baby.

UOL
Publicidade

Um dos principais comentaristas da Globo é Walter Casagrande. Neste sábado, 27 de junho, o ex-jogador do Corinthians deu uma entrevista ao portal de notícias UOL, no qual abre o coração e revela trechos de um livro biografia sobre ele. Na conversa, ele revela como foi o fim do relacionamento com a cantora Baby do Brasil, uma das maiores vozes da música popular brasileira.

De acordo com Casagrande, o primeiro encontro dos dois ocorreu no início dos anos 1990. Na época, os famosos estiveram em uma festa na cidade americana de Nova York. Na celebração, o ex-jogador foi encontrado pela cantora cheirando cocaína.

A cantora então teria ungido o então atleta contra o uso de drogas. “Casão, eu vim aqui te entregar a palavra de Jesus”, teria dito a celebridade enquanto ungia Casagrande diante de tudo.

Publicidade

Anos depois, com a cantora ainda mais religiosa, Casagrande e Baby do Brasil, se reencontraram. O livro diz que ambos tiveram um namoro, mas que durante três meses, esse relacionamento não passava de um namoro. Ele explica que o namoro não passava de beijos na bochecha e que isso, com o tempo, foi cansando. O contratado da TV Globo conta que não tinha interesse em casamento e que somente subindo ao altar que Baby do Brasil teria relações íntimas com ele, o que acabou não ocorrendo.

Publicidade
Publicidade

“Cara, ela não fazia sexo, ela não faz sexo. Namorei por sete meses sem sexo. Respeitei isso o tempo todo, até que não deu mais pra segurar. E, pô, eu não tava a fim de me casar,” disse ele na entrevista que acabou ganhando grande repercussão.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.