in

Estudo aponta que pacientes hipertensos tem maior risco de morrer por Covid-19

As pessoas que sofrem de hipertensão arterial precisam ter cuidados redobrados.

G1
Publicidade

O novo coronavírus se espalhou pelo mundo inteiro e já fez milhares de vítimas em várias partes do mundo. O Brasil passa por uma situação difícil e vem batendo recordes diários de mortes por Covid-19. Atualmente, o país tem mais de 54 mil mortos pela doença e o número de infectados ultrapassou os 1 milhão.

Algumas pessoas são consideradas grupo de risco para a doença, entre eles os idosos, diabéticos, hipertensos e outras comorbidades. No entanto, conforme um novo estudo que foi publicado no periódico European Heart Journal, os pacientes que são portadores de hipertensão arterial elevada tem o risco duas vezes maior de morte por Covid-19 em comparação a outros indivíduos que não sofra com a condição.

“É importante os pacientes com pressão alta perceberem que têm um risco maior de morte por Covid-19. Eles devem cuidar bem de si mesmos durante a pandemia e precisam de mais atenção se forem infectados pelo coronavírus”, explicou um dos responsáveis pela pesquisa, o professor Fei Li.

Publicidade

O estudo ainda se aprofundou sobre a análise do uso da medicação. Os pesquisadores analisaram 850 hipertensos. Do total, 140 não faziam uso de remédio para controlar a doença, e este grupo apresentou 11 óbitos (7,9%). Já dos 710 que usavam frequentemente a medicação para controle da pressão, foram 23 mortos (3,2%).

Publicidade

Os pesquisadores também usaram dados de um hospital da China com 2.300 pacientes de outros três estudos para realizar a investigação e ver a taxa de mortalidade em indivíduos que faziam uso de drogas para controle dos níveis da pressão arterial. O resultado do estudo ainda é tratado com cautela pelos profissionais, já que a quantidade pacientes que foram estudados ainda é pequena.

O professor Fei Li ressalta a importância de manter a manutenção dos remédios. Portanto, pacientes hipertensos não devem interromper a medicação, pois isso pode elevar ainda mais o risco de morte.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade