in

Filha é mantida em cárcere pela mãe por 26 anos sem banho e comendo ração: ‘Eu não existo mais, sou um zumbi’

Uma mulher de 42 anos foi mantida por 26 anos presa pela mãe em uma pequena casa; saiba mais.

EXTRA
Publicidade

Uma história revelada nessa semana está deixando o mundo perplexo. Uma mulher foi encarcerada pela própria mãe por vinte e seis anos. A mãe, identificada como Tatyana, teria mantido a filha em cárcere argumentando que ela precisaria ser mantida “protegida” do mundo. No entanto, na casa, a mulher comia ração de gato e não tomava banho há pelo menos 16 anos. A situação foi descoberta na cidade de Arefinsky, na Rússia. 

A vítima foi identificada como Nadezhda Bushueva. O caso só veio à tona, após a mãe que encarcerava a filha ficar doente e precisar ser hospitalizada. Foi então que a mulher, descrita quase como uma zumbi, foi descoberta. Ela sabe falar, porém não entende bem o mundo atual. Na casa onde ela morava, por exemplo, não há nem mesmo eletricidade. 

Os detalhes contados por Nadezhda Bushueva chocaram até a polícia e o caso, é claro, tomou a mídia nacional da Rússia. Na delegacia, por exemplo, a vítima contou que a casa onde vivia era cheia de ratos. Além disso, os gatos que ali viviam, assim que morriam, sequer eram retirados do local. Eles ali mesmo se decompunham.

Publicidade

A forma como Nadezhda Bushueva viveu impressiona. Em uma entrevista ao jornal britânico The Sun, ela falou sobre os apuros que passou. O depoimento comoveu o povo russo, que agora pede por justiça e, é claro, que a jovem seja, aos poucos, inserida na sociedade atual. 

Publicidade

“Minha vida é pior que a vida de um gato. Gatos têm mais direitos do que eu. Eu não existo mais, sou um zumbi. Preciso de documentos, preciso de trabalho”, contou a mulher que passou quase três décadas encarcerada.

FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.