in

Xuxa estaria na mira da Justiça: processo milionário envolveria R$ 2,5 milhões de indenização

Xuxa ainda não teria sido notificada pela Justiça, portanto, não tem conhecimento da ação, o que deverá ocorrer nos próximos dias.

Reprodução: YouTube
Publicidade

O jornalista Alessandro Lo-Bianco, colunista do programa A Tarde É Sua, comandado por Sônia Abrão nas tardes da RedeTV!, publicou em seu blog que Xuxa Meneguel estaria sendo processada pela empresária Paula Bessa, representante da Planner Eventos. O jornalista teria tido acesso exclusivo a documentos sigilosos sobre o processo.

Em 2018 Xuxa fez um show em Fortaleza e foi impedida de voltar ao Rio de Janeiro. A apresentadora desabafou nas redes sociais e disse ter sido enganada por Paula Bessa. “Amanheceu aqui em Fortaleza, eu ainda não dormi, estamos no aeroporto porque a nossa contratante que contratou a gente pro show de Fortaleza e também de Recife deixou a gente na furada. Então como ela é uma pessoa bem legal eu quero dizer a todos vocês de Recife que infelizmente nós não vamos fazer o show que estava marcado para a semana que vem, não vai dar certo fazer com essa senhora…” disse Xuxa no vídeo.

Publicidade

Dias depois, durante uma entrevista, Xuxa ainda disse que teria se sentido roubada. “Eu confiei e quase me dei muito mal. Ainda bem que a única coisa que perdi foram algumas horas, alguns dias que queria ficar com minha filha. Eu me senti não só enganada. Eu me senti roubada, enganada e, acima de tudo, desrespeitada. Ela vai ter que responder por um crime, não por ter me enganado. O que ela fez é crime”, afirmou.

Publicidade
Publicidade

Entenda o caso

A Anac teria recebido diversas denúncias envolvendo a aeronave que levaria Xuxa de volta ao Rio de Janeiro. As denúncias é de que a aeronave estaria fazendo táxi aéreo sem qualquer tipo de licença. Os fiscais foram ao local, constataram a irregularidade e fizeram a apreensão. Xuxa disse que não recebeu suporte e que sua equipe precisou dormir no chão, e só conseguiu sair do aeroporto depois de 12 horas contratando um voo particular.

Paula alega que foi oferecido a Xuxa estadia em um hotel de luxo, mas que ela não quis e decidiu esperar no aeroporto. O pior ainda aconteceu depois. Um show que estava marcado para o dia seguinte em Recife precisou ser cancelado.

Mas não foi Xuxa quem entrou na Justiça. A Planner Eventos teria processado a apresentadora. Nos documentos exclusivos obtidos pelo jornalista, Paula alega que o vídeo da Xuxa nas redes sociais desencadeou discurso difamatório e injurioso. Ela alega que foi “um verdadeiro arsenal de inverdades, de acusações sem fundamento, de ameaças, ocasionando o início de um verdadeiro martírio.”

A empresária também relata que o vídeo causou uma verdadeira tortura financeira, material e moral, já que foi visto por milhares de pessoas.

A empresa pede como indenização R$ 2,5 milhões por danos morais e materiais. O pedido seria devido à quebra de contrato e por todos os prejuízos enfrentados pela empresa depois da publicação da rainha dos baixinhos.

Xuxa ainda não teria sido notificada pela Justiça, portanto, não tem conhecimento da ação, o que deverá ocorrer nos próximos dias.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Anna Müller

Escrito por Anna Müller

Bastante ativa nas redes sociais, escrevo conteúdo sobre os mais diversos assuntos para a plataforma i7 Network.