in

Galã em Totalmente Demais, ator se queixa de ambiente tóxico na quarentena

Reginaldo Faria interpreta o bon vivant Maurice em sequência de Totalmente Demais.

TV Globo
Publicidade

Reginaldo Faria não tem se mostrado otimista diante da pandemia da Covid-19. Intérprete do playboy Maurice, em Totalmente Demais, ele procura não perder a esperança de que as pessoas possam sair transformadas depois da pandemia, por causa da saúde pública. No entanto, ele avalia que a realidade está ficando cada dia mais insustentável.

O pai de Marcelo Faria ponderou que fica revoltado quando começa a pensar no cenário político e social que as pessoas vivem hoje. Segundo ele, parece que a humanidade está se perdendo. Ele espera que o ser humano possa ter a possibilidade de passar por cima de tudo isso.

Aos 83 anos de idade, o artista revela que o vírus já o fez repensar a sua relação com a vida. Faria analisou que, antes, achava que o tempo teria que passar devagar para que pudesse viver mais. Mas, com o coronavírus, deseja que passe mais depressa. Imagina que muitas pessoas estejam assim, querendo que tudo isso passe logo.

Publicidade

Dentro do grupo de risco da doença, ele afirma que está seguindo todas as orientações do isolamento social. Contou que fica em casa o tempo todo, não sai para nada. Pela manhã, realiza exercícios físicos e, no período da tarde, estuda, lê e escreve. “Não dá para ficar parado, senão enlouquece“, pontua.

Publicidade
Publicidade

Com tanto tempo em casa, o ator tem se dedicado a um hobby desde quando descobriu um problema de coração há 16 anos. O eterno galã revelou que escrever foi uma descoberta e fazer isso hoje em dia o ajuda ainda mais. Disse que escreve roteiros para cinema, peças e também sobre a sua vida artística e pessoal. Logo, escreve até sobre coisas que a memória não lembrava mais, e isso é encantador.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade