in

Lembra da atriz Drica Moraes? Sua vida mudou após luta contra o câncer

A atriz global fez uma linda homenagem ao seu doador de medula óssea e relembrou a luta pelo transplante.

Fotomontagem: Bruno Avila / Reprodução: TV Globo
Publicidade

A atriz Drica Moraes é uma das maiores atrizes da Rede Globo de Televisão. Após ter feito diversos trabalhos na TV brasileira, Drica se tornou consagrada no meio do entretenimento brasileiro.

Aos 40 anos, no entanto, a atriz teve sua carreira interrompida por ter sido diagnosticada com o câncer dos tecidos formadores de sangue, mais conhecido como leucemia.

Em uma linda homenagem na Internet, a atriz relatou como foi sua luta após ter descoberto a doença e também como foi a espera pelo transplante de medula óssea.

Publicidade

A atriz relembra que estava na “corda bamba” no dia 23 de junho de 2010. Hoje com 50 anos, Drica Moraes diz conhecer o doador de medula óssea que salvou sua vida exatamente no dia relatado: “graças à sua doação de medula, estou aqui hoje. Obrigada, Adilson!“, disse a atriz global.

Publicidade
Publicidade

Drica conheceu o doador em 2015, cinco anos após a doação de medula óssea. A atriz demonstra ter uma relação próxima com o rapaz que a salvou.

Aproveitando o momento de quarentena, Drica Moraes decidiu refletir sobre o que está acontecendo no Brasil e no mundo, fazendo comparações com o momento em que foi diagnosticada com leucemia e mudou sua vida de uma vez por todas.

Há 10 anos, vivi durante um ano em isolamento total sem ver o dia… Hoje vejo a humanidade em um isolamento muito parecido. Coisa louca. Toda arrepiada. Que bom que passou. Mas custou muito caro. Agora também vai passar. Paciência e fé“, disse a atriz.

View this post on Instagram

Há exatos 10 anos este homem me salvou a vida. Em 23 de junho de 2010 eu estava na corda bamba e graças à sua doação de medula estou aqui hoje. Obrigada Adilson! @adilsonr123, te devo minha vida, irmão. Pudemos nos conhecer somente 5 anos após o procedimento. Não sabíamos quem éramos antes deste encontro. Hoje nos falamos quase que diariamente. Estou toda arrepiada. Obrigada também à meus médicos @nelsonhamer e Wolmar Pulcceri, sem vocês… nada…Há 10 anos vivi durante um ano em isolamento total sem ver o dia, sem poder tocar nem ser tocada, de máscara, catéter, tudo o que nos afasta da vida, do toque , da troca com o outro. Dores, angústias e incertezas. Hoje vejo a humanidade num isolamento muito parecido. Coisa louca. Toda arrepiada. Que bom que passou. Mas custou muito caro. Agora também vai passar. Paciência e fé. Existe afeto e inteligência para além dessa gentalha do mal que insiste em destruir tudo de bom que há em volta. Esses vírus e anomalias irão passar. E nós sempre estaremos na luta.

A post shared by Drica Moraes (@oficialdricamoraes) on

Ao final de seu texto e após o agradecimento ao doador, Drica também agradeceu aos médicos que a acompanharam em um dos momentos mais complicados de sua vida.

Por ter passado por um transplante e ter sido portadora de um tipo de doença oncológica, Drica Moraes faz parte do grupo de risco do novo coronavírus.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Bruno Avila

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com