in

Mãe que atirou bebê pela janela na lixeira é presa, e o que faz na delegacia chega a dar calafrios

A jovem de 20 anos foi presa em flagrante depois de cometer o crime em um prédio na Praia Grande.

IG
Publicidade

Nesta sexta-feira, 19 de junho, um crime chocou Praia Grande, no litoral do estado de São Paulo. Uma mulher, que não teve o nome identificado, após dar à luz, tacou o próprio bebê do segundo andar do prédio onde morava. O corpo da criança caiu em uma lixeira do lado de fora. O cadáver da menor foi encontrado posteriormente pelas autoridades. O bebê estava morto, quando foi achado pelos agentes da lei. 

No entanto, ao ser capturada e presa, o que a mulher fez dá calafrios em muita gente. Como mostra uma matéria publicada pelo portal de notícias IG, a mulher teria demonstrado calma ao ser fichada pela política na delegacia. Ela foi levada para o Hospital Irmã Dulce, onde permanece internada. 

A expectativa, segundo as autoridades, é que assim que a jovem receber alta, que ela possa ser levada para um presídio da região. Não foi revelado ainda se a mulher ficará em uma ala separada das demais presas. Na cadeia, presas que matam os próprios filhos costumam ficar em selas separadas, afim de evitar algum tipo de hostilização.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

O caso da mãe que matou o próprio filho, após dar à luz

O caso teria assustado a região. Uma zeladora que trabalhava no prédio teria encontrado a criança e chamado a polícia, que tirou o bebê da lixeira. Os agentes chamaram o Serviço de Atendimento de Urgência, o Samu, que ao chegar ao local, infelizmente, constatou  que a criança estava sem vida. 

A zeladora, identificada como Cristiane Silva, narrou uma verdadeira cena de terror no local. “Tinha muito sangue fora da lixeira”, afirmou a testemunha em entrevista ao G1.

Publicidade
Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.