in

De Bonner sem camisa a champanhe: como o público quer Jornal Nacional sobre prisão de Queiroz

O Jornal Nacional tem sido um prato cheio para os críticos de Jair Bolsonaro (sem partido).

Globo
Publicidade

O Jornal Nacional é um dos principais telejornais do país e está sendo bastante aguardado nesta quinta-feira, 18 de junho. Tudo porque hoje ocorreu a prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro. Desde cedo, a Globo mostrou flashes ao vivo mostrando como foi a prisão do ex-assessor. 

No entanto, existe uma expectativa sobre como será o Jornal Nacional de logo mais. No Twitter, por exemplo, o nome de William Bonner ficou entre os assuntos mais comentados. Alguns especularam que William poderiam até apresentar o telejornal sem camisa. Outros já conjecturaram uma edição em que o comunicador poderia ter uma ação radical. 

“Hoje o Bonner vai chegar na bancada do JN pilotando uma Harley Davidson”, disse um dos internautas ao falar sobre o assunto. 

Publicidade

Outros acham que os apresentadores do principal do telejornal deveriam abrir uma garrafa de champanhe. Até música no ritmo do funk chegou a ser alvo de piadas na internet. “Bonner abrindo o Jornal Nacional dizendo que Queiroz foi preso em Atibaia e que Jair não falou no cercadinho com apoiadores de cloroquina. Grande dia!”, disse um dos internautas, que divulgou um vídeo rebolando.

Publicidade
Publicidade

O ex-assessor de Flávio Bolsonaro foi preso na casa de um advogado do Senador e do pai. Curiosamente, o mesmo advogado chegou a dizer em entrevistas que não sabia qual era paradeiro de Fabrício Queiroz. Além do ex-assessor, a justiça também emitiu ordem de prisão para a esposa de Fabrício, que é considerada foragida da justiça. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.