in

Grêmio pode faturar bolada milionária com venda de Tetê no futebol europeu

Atacante pode ser negociado pelo Shaktar Donetsk com o Newcastle, da Inglaterra.

Divulgação Grêmio
Publicidade

O atacante Tetê deixou o Grêmio sem estrear no time profissional, mas pode render uma grande bolada ao Imortal. Atualmente, Tetê defende o Shaktar Donetsk, da Ucrânia. O jogador está concorrendo ao prêmio Golden Boy 2020, que premia os melhores atletas que atuam na Europa e tenham menos de 21 anos.

O Shaktar pode vender Tetê em breve e isso deve um grande negócio para o Grêmio. O Newcastle, da Inglaterra, é favorito para contratar o atacante brasileiro. As informações de momento é que os ucranianos não aceitariam vender Tetê por menos de 70 milhões de euros (R$ 408 milhões na cotação atual).

O Grêmio detém 15% dos direitos econômicos do atleta e receberia mais 3% por causa do mecanismo de solidariedade da Fifa. No total, o Imortal faturaria 12,5 milhões de euros (R$ 73,4 milhões na cotação atual). Esses valores seriam importantes no atual momento do Tricolor.

Publicidade

Em meio a pandemia causada pelo novo coronavírus, o Grêmio vive um momento bastante complicado financeiramente. O presidente Romildo Bolzan Jr. já deixou isso claro em diversas entrevistas realizadas nas últimas semanas.

Publicidade
Publicidade

O clube, inclusive, deve pegar cerca de R$ 10 milhões emprestados com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Com mais de R$ 70 milhões, caso a venda de Tetê seja confirmada, o clube teria um momento de alívio. Sem futebol, o Grêmio perdeu dinheiro em várias frentes.

Patrocínios, sócios-torcedores, bilheteria e cotas de televisão foram prejudicados. A Globo, por exemplo, não pagou a última parcela referente ao Campeonato Gaúcho e também não pagou valores referentes ao Campeonato Brasileiro.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br