in

O desespero do ex-BBB Daniel que terá que fechar abrigo de idosos: ‘Não consigo sustentar’

“Eu não consigo sustentar a Casa do Amor sozinho, jamais”, disse o ex-BBB ao falar sobre o assunto.

Natelinha
Publicidade

Você se lembra do ex-BBB Daniel Rolim? Ele ficou famoso por participar do BBB11. Nessa semana, ele deu uma entrevista ao site Natelinha, na qual falou sobre as dificuldades em manter uma instituição para idosos, que funciona como abrigo. O local, que tem o nome de ‘Casa do Amor’, ajuda gratuitamente idosos desde o ano de 1995.

Daniel está desesperado com os rumos do projeto em tempos de pandemia. Ele agora aproveita a entrevista dada ao Natelinha para buscar ajuda. Segundo Rolim, ele atende mais de vinte e cinco diosas e que tem medo de receber novas pessoas por conta do coronavírus. Daniel diz que, a partir dos 60 anos, pessoas são atendidas no local, mas que as portas estão abertas

“Eu não consigo sustentar a Casa do Amor sozinho, jamais. Eu sustento com amigos que me apoiam, muitas pessoas levam cestas básicas, tudo o que é necessário. De fome a gente não morre, agora para pagar os custos mensais nós precisamos de dinheiro, né? Infelizmente”, disse o ex-participante do Big Brother Brasil bastante emocionado com os rumos que as coisas tomaram. 

Publicidade

O ex-participante do Big Brother diz que para manter a casa para idosos são necessários R$ 32 mil. Além disso, outros gastos eles costumam receber em doações, como fraldas e camas para as pessoas que ali estão.

Publicidade
Publicidade

Daniel diz que só tem dinheiro para manter o local por até quatro meses e que, por isso, já teme que o pior possa acontecer e, com isso, a instituição fosse fechada. Daniel diz que trata as pessoas que ficam na instituição como uma família e que já teve que enterrar muitas pessoas, que não tinham família. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.