in

Polícia abre inquérito contra youtuber PC Siqueira por suposta pedofilia; conversa vazada é forte

Delegacia de Proteção à Pessoa apura denúncia, após perfil no Twitter divulgar suposta conversa em que youtuber.

G1
Publicidade

A Polícia Civil confirmou que está investigando o youtuber PC Siqueira, após vazamento de mensagens que seriam do famoso com uma criança de apenas seis anos de idade. Nas redes sociais, um famoso perfil que divulga denúncias na web acabou acusando PC Siqueira do crime. Ele nega. Na conversa divulgada, o homem que seria o youtube diz que recebeu fotos de uma criança, de apenas seis anos de idade, sem qualquer roupa. 

A Secretaria de Segurança Pública do estado de São Paulo, por nota, confirmou a investigação.  “A 4ª Delegacia de Proteção à Pessoa, do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), apura a denúncia feita por meio das redes sociais contra a pessoa citada”, diz a nota da entidade. 

A primeira denúncia contra PC Siqueira foi feita no dia 10, quando o perfil citado na rede social divulgou uma suposta conversa envolvendo o Youtube. No papo, PC Siqueira diria que a mãe da criança é quem teria enviado fotos da menor de idade sem roupas. O youtuber chegou a falar que a situação era fake news e que foi pego de surpresas. 

Publicidade

De acordo com PC Siqueira, as acusações teriam sido montadas por uma articulação criminosa. Ele contou ainda que jamais cometeria tal crime. 

Publicidade
Publicidade

Mais tarde, supostos áudios do youtuber também foram divulgados na web. “Agora, eu vou ser o pedófilo, porque… É, eu meio devo ter um traço disso, porque eu olhei a bunda de uma menina e, no meio da situação, do sexo virtual, aquilo lá me deixou arroused [excitado]”; dizia a mensagem. O post de PC Siqueira em que ele dizia ser fake news as denúncias foi apagado. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.