in

São Paulo vende zagueiro para time italiano e Grêmio deve faturar bolada milionária

Tricolor Paulista vendeu zagueiro para o Ascoli por 500 mil euros e Grêmio pode receber R$ 1,4 milhão.

Divulgação São Paulo
Publicidade

A pandemia causada pelo novo coronavírus tem mexido com a economia de todo o Brasil. Com o futebol, a situação não é diferente. Os clubes têm vivido momento difícil devido a pandemia. A situação financeira de muitos deles é complicada.

Romildo Bolzan, presidente do Grêmio, deixou claro desde março que a situação financeira do clube ficaria complicado devido a pandemia. Sem futebol, o clube não tem ganho nada com bilheteria e ainda deixou de receber parcelas referentes aos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro e do Campeonato Gaúcho.

A Globo já anunciou que só vai pagar a última parcela do Estadual e os valores referentes ao Brasileirão quando as competições voltarem. Diante do cenário de crise, o Grêmio deve faturar cerca de R$ 1,4 milhão com a venda do zagueiro Miguel Alcântara.

Publicidade

O defensor atuava pelo São Paulo e foi negociado com o Ascoli, da Itália, em setembro. O Tricolor Paulista vendeu por 500 mil euros (R$ 2,8 milhões na cotação da época). Como o Grêmio detém 50% dos direitos econômicos, deve receber a metade do valor referente à venda dos direitos do atleta.

Publicidade

O Ascoli disputa a segunda divisão do Campeonato Italiano e se interessou pelo jogador. Miguel Alcântara jogava no time sub-20 do time paulista. Oficialmente, o Grêmio não confirma que detém 50% dos direitos econômicos do atleta.

O dinheiro ainda não caiu na conta do clube, mas entrou em pauta internamente. Neste momento, todo dinheiro é importante para os clubes brasileiros equilibrarem suas finanças em tempos de pandemia.

Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br