in

Cortou muita gente: os 12 motivos que farão muitas pessoas ficarem sem a 3ª parcela do Auxílio Emergencial

A lista de pessoas que serão cortadas do benefício foi divulgada pelo Ministério da Cidadania.

Foto: Divulgação Caixa | Montagem: Anna Müller
Publicidade

Muita gente não sabe, mas algumas pessoas serão cortadas da lista de pagamentos da terceira parcela do auxílio emergencial. Outra informação que foi pouco divulgada é o fato de que o Governo reanalisa todos os dados a cada pagamento do benefício, ou seja, muitos perdem o acesso ao programa por estarem fora dos requisitos exigidos.

De acordo com informações do Ministério da Cidadania, essa reanálise é feita justamente para identificar irregularidades nos cadastros. Os requisitos para receber a ajuda do Governo permanecem os mesmos, mas algumas pessoas acabam sendo desclassificadas e na terceira parcela não será diferente. O Governo fará uma nova análise detalhada dos cadastros aprovados para ter acesso ao benefício em busca de pessoas que não estão cumprindo os requisitos necessários.

Na nova reanálise, o Governo vai identificar as pessoas que começaram a trabalhar de carteira assinada nesse meio tempo. Se você recebeu a primeira e segunda parcela, mas assinou a carteira antes de receber a terceira, seu benefício será cortado. A regra também vai valer para quem conseguiu se aposentar nesse intervalo. Até mesmo quem conseguiu elevar a renda familiar será cortado, já que existe um teto máximo para receber os R$ 600 do Governo.

Publicidade

Estes são os motivos que excluem os beneficiários do Auxílio Emergencial

Se você se enquadra em um dos critérios abaixo, fique sabendo que não terá direito à 3ª parcela do Auxílio.

Publicidade
Publicidade
  • Se já conseguiu um trabalho de carteira assinada;
  • Quem foi beneficiado com qualquer outro benefício do Governo ou aposentadoria;
  • A renda da família ficou acima de três salários mínimos (R$ 3.135,00) ou a renda mensal por pessoa da família passou a ser maior que meio salário mínimo (R$ 522,50).

Também há outros motivos que podem excluir o beneficiário da lista de pagamentos, como: fraude, receber seguro-desemprego, aposentado ou pensionista do INSS, receber Benefício de Prestação Continuada (BPC); Auxílio Doença; Garantia Safra; Seguro Defeso, limite maior que duas pessoas que recebem Bolsa Família na mesma família e CPF irregular.

O Governo já finalizou o pagamento da 2ª parcela, mas ainda não liberou o calendário com as datas do terceiro pagamento.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Anna Müller

Escrito por Anna Müller

Bastante ativa nas redes sociais, escrevo conteúdo sobre os mais diversos assuntos para a plataforma i7 Network.