in

Bolsonaro faz grave acusação contra Mandetta e recebe resposta: ‘a morte está na espreita’

Em live, presidente afirmou que ministro inflava números da pandemia do novo coronavírus.

Agência Brasil / Reprodução Globo
Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) causou polêmica durante live na noite desta quinta-feira (11). O chefe do Executivo fez uma grave acusação contra o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que deixou o cargo em meio após entrar em rota de colisão com o presidente.

“Levando-se em conta o ministro anterior, esses números eram fictícios. E ele todo dia estava vendendo o peixe de ‘fique em casa’, ‘não saia, a curva tem que amansar’, ‘ciência, foco, foco na OMS (Organização Mundial da Saúde)’. Olha o vexame da OMS aí”, afirmou Bolsonaro. O presidente disse também que gosta do ex-ministro como pessoa mas finalizou dizendo que ele deu uma inflada nos números da pandemia.

A acusação de que o ex-ministro deu uma inflada no número de casos de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, é grave já que configuraria crime. Mandetta chegou a ter aprovação maior do que o presidente no período da pandemia, mas desentendimentos entre eles fizeram Bolsonaro exonerá-lo e colocar Nelson Teich no lugar.

Publicidade

No Twitter, Mandetta respondeu Bolsonaro e citou o versículo bíblico usado como lema de campanha pelo presidente em 2018. A exemplo de Bolsonaro, Mandetta também se declara cristão e pediu ao presidente para praticar e não só citar o versículo.

Publicidade
Publicidade

Atualmente, o Brasil passou das 41 mil mortes em decorrência da Covid-19 e ocupa o terceiro lugar no ranking dos países com mais mortes, atrás de Estados Unidos e Reino Unido. em números de casos, o Brasil está na segunda posição, atrás apenas dos Estados Unidos.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br