in

Imagens mostram polícia agredindo manifestantes, após ato contra Bolsonaro; foram chutes e golpes de cassetete

Porta-voz da Polícia Militar diz apurar circunstâncias da ação, após manifestações realizadas no domingo.

G1
Publicidade

Neste domingo, 7 de junho, protestos contra o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, foram realizados em algumas regiões do país. Em São Paulo, os protestos eram a favor da democracia e contra o racismo. No entanto, em alguns momentos, houve tensão entre manifestantes e polícia. Já após os atos terem acabado, policiais estariam, supostamente, agredindo pessoas que saíam dos protestos. 

Imagens feitas por uma câmera de celular mostram pessoas correndo e tentando se proteger em uma esquina das ruas Teodoro Sampaio e Mourato Coelho, na zona oeste da capital paulista. No vídeo, policiais aparecem agredindo o grupo. Parte das imagens foi exibida durante o programa Hora Um, da TV Globo. 

Os agentes policiais aparecem usando cassetetes e chutando as pessoas que já tinham saído do protesto. Motoristas que trafegavam na região tiveram que reduzir a velocidade para passar pela região. Mais cedo, outros manifestantes, nos mesmo atos, chegaram a distribuir flores para policiais. Os protestos que aconteceram desde cedo, em sua maior parte, foram pacíficos. 

Publicidade

Questionado pela reportagem da Globo, o tenente coronel Emerson Massera, falou que está investigando o que teria levado os policiais a agredirem os manifestantes. O nome dos agentes não foi identificado até o momento. 

Publicidade

Protestos a favor de Bolsonaro também foram realizados em São Paulo e Brasília

Protestos a favor do presidente também aconteceram neste domingo. Em São Paulo, a justiça proibiu que os atos contra e a favor ocorressem no mesmo espaço. Em Brasília, a Esplanada dos Ministérios foi a escolhida para sediar as manifestações.

FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.