in

Chorando, delegado fala pela primeira vez na TV sobre briga com modelo: ‘só levei tiro’

Paulo Bilynskyj conversou com o Fantástico e contou sua versão da tragédia com namorada.

Rede Globo / Montagem: Ghean Fernandes
Publicidade

A tragédia envolvendo Paulo Bilynskyj e a namorada Priscila Bairros ganhou repercussão na mídia após o delegado ser atingido por seis disparos de arma de fogo e a modelo perder a vida durante uma briga do casal. Após internação e três cirurgias, Paulo recebeu alta recentemente e falou pela primeira na TV sobre o caso.

Em entrevista ao Fantástico, no último domingo (07), o delegado deu sua versão sobre o que teria ocorrido em seu apartamento e chorou ao detalhar os últimos momentos com a namorada. Segundo Paulo, a tragédia teria ocorrido por ciúmes de Priscila que teria visto mensagens antigas em seu celular.

Paulo contou que saía do banheiro quando foi surpreendido pela namorada com uma arma de fogo em mãos. “Só levei tiros”, disse o delegado, afirmando que não teve tempo nem de se aproximar da modelo. Bilynskyj ainda defendeu o depoimento de que Priscila teria tirado a própria vida após realizar os seis disparos contra ele.

Publicidade

A família de Priscila também conversou com o Fantástico e contestou a versão contada pelo delegado. “Eu continuo acreditando que não foi assim, que ela não se suicidou”, disse Vilmar Brunis de Bairros, pai da modelo.

Publicidade
Publicidade

O advogado da família participou da entrevista e levantou a hipótese de que Paulo teria desarmado Priscila e disparado um tiro mortal contra a modelo, descartando assim a possibilidade de um suicídio.

Paulo que se mostrou bastante abalado durante a entrevista ao Fantástico, ainda contou que corre o risco de perder um dedo após cirurgias e que ao fechar os olhos só consegue lembrar da cena de Priscila efetuando os disparos.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade