in

Mãe de Miguel diz verdade sobre carta: ‘Sarí nem mandou essa carta para mim, eu soube pela imprensa’

A carta em que Sarí Gaspar Corte Real pede perdão pela morte de Miguel Otávio, 5 anos, foi desprezada pela mãe.

Correio
Publicidade

Na última semana, a morte de Miguel acabou tomando conta da imprensa. Ele, que tinha apenas cinco anos, caiu do nono andar de um prédio na grande São Paulo. A patroa da mãe de Miguel, Sarí Gaspar Real, acabou mandando uma carta pedindo perdão por tudo o que houve. A mãe do menino, Dona Mirtes, no entanto, falou que sequer recebeu a carta e que despreza o conteúdo. 

A empregada doméstica estava passeando com os cachorros de Sarí, quando o filho estava com a patroa. O pouco tempo foi suficiente para que a criança fosse deixada sozinha. Um vídeo mostra Sarí apertando os botões do elevador do prédio onde a família dela morava. A criança acaba descendo no nono andar do prédio, caindo de 35 metros de altura. 

“Sinto desprezo. Sarí nem mandou essa carta para mim. Eu soube pela imprensa. Uma pessoa da minha família fez um print e me mostrou. Nada vai trazer meu filho de volta”, disse Mirtes ao falar do gesto da patroa, que é primeira-dama de uma cidade próxima à capital de Pernambuco, Recife. 

Publicidade

A irmã de Mirtes, France Cleide Souza, também criticou a carta e diz que a patroa da mãe do menino Miguel não foi sincera quando falou no texto dizendo que pedir perdão. Em uma conversa com telefone com a irmã, France diz que o texto da primeira-dama de Tamandaré não é aceito por ela

Publicidade
Publicidade

“Disse que foi gratificante ver que muita gente está dividindo a dor dela. Falou ‘como meu neguinho é amado’”, contou ela ao falar sobre o assunto, que comoveu o Brasil inteiro em uma semana onde protestos contra o racismo tomaram conta do Brasil e do mundo inteiro. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.