in

Morre no Rio de Janeiro a voz de uma era; cantora estava com coronavírus

Projetada no musical com trilha sonora de Carlos Lyra e Vinicius de Moraes, cantora morra no Rio.

Globo
Publicidade

O luto é um dos sentimentos mais difíceis de se lidar na vida. Neste sábado, 6 de junho, uma triste informação foi confirmada pelo portal de notícias G1. A cantora Dulce Nunes, famosa pela música Pobre Menina Rica, faleceu no Rio de Janeiro aos 91 anos de idade. Segundo as primeiras informações, ela estava lutando contra o coronavírus. 

Dulce era a voz da época. Elis Regina chegou a tentar dar voz à música Pobre Menina Rica, mas acabou sendo preterida. No lugar dela, Antônio Carlos Jobim, mas conhecido como Tom Jobim, preferiu Dulce. A cantora àquela época também fazia as vezes de atriz. Pouco tempo antes, tinha sido estrela do cinema nacional. 

A cantora lançou dois álbuns entre os anos de 1965 e 1968. Ela também fez participações em álbuns memoráveis, como o de 1966 que teve Baden Power e ninguém menos que Vinícis de Moraes, o “Poetinha”. Nas redes sociais, muitas pessoas lamentaram o falecimento. 

Publicidade

Veja abaixo uma foto de Dulce Nunes, cantora que ficou nacionalmente conhecida na década de 1960, conhecida a voz daquela década, uma época em que a Bossa Nova fazia grande barulho no país.

Publicidade
Publicidade

Coronavírus ultrapassa números da gripe espanhola no Brasil

Nesta sexta-feira, 5 de junho, os números do coronavírus ultrapassaram a quantia de 35 mil mortos. A quantia é superior às das mortes da grupe espanhola, que atingiu o mundo no início do século passado. No país, são quase 650 mil pessoas infectadas. No mundo, são quase 7 milhões de pessoas infectados com a Covid-19. O número de pessoas mortas já chega a quase 400 mil. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.