in

Caso Miguel: patrão da mãe do menino se pronuncia pela primeira vez

O empregador de Mirtes Renata é o atual prefeito da cidade de Tamandaré.

Polêmica Paraíba
Publicidade

O caso do menino Miguel Otávio Santana da Silva, de cinco anos de idade, tem sido um dos assuntos mais comentados do Brasil nos últimos dias, tanto nos veículos de comunicação como também entre os internautas nas redes sociais, que têm se mostrado indignados com a história.

O garoto, que era filho de uma empregada doméstica, caiu de uma altura de cerca de 35 metros, referentes ao 9º andar do prédio onde aguardava sua mãe. A mãe encontra-se desesperada e já deu entrevista sobre o assunto.

Mirtes Renata Souza, genitora da vítima, trabalhava para o prefeito da cidade de Tamandaré, Sérgio Hacker e sua esposa, Sarí Gaspar Côrte Real. Nesta  sexta, o político se pronunciou pela primeira vez a respeito do caso, dando poucas declarações.

Publicidade

Sérgio revelou, através de uma nota enviada à prefeitura, que se encontra profundamente abalado com a morte de Miguel. O prefeito contou ainda que pretende prestar informações aos órgãos competentes no momento próprio e de forma oficial.

Publicidade
Publicidade

A esposa do prefeito está respondendo agora por homicídio culposo (quando não há intenção de matar), devido ao fato de ter permitido que Miguel Otávio subisse sozinho no elevador antes de cair do 9º andar, considerando que a criança estava sob seus cuidados.

Miguel havia subido no elevador supostamente à procura de sua mãe. No momento em que o menino caiu, Mirtes Renata havia ido para a rua levar o cachorro dos patrões para passear. Sari foi liberada pela polícia depois de realizar o pagamento da fiança, no valor de R$ 20 mil.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Aurilane Alves

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.