in

Bolsonaro e a previsão de mortes por Covid-19 no Brasil: ‘não será como a Itália’

Brasil chegou a 34 mil mortes e ultrapassou o país que foi o centro da pandemia na Europa.

Agência Brasil
Publicidade

O Brasil bateu mais um recorde diário de mortes por Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, e chegou aos 34.021 óbitos. Com este número, ultrapassou a Itália e tornou-se o terceiro país com o maior número de vítimas fatais da Covid-19 em todo o mundo, atrás apenas do Reino Unido (39.987) e dos Estados Unidos (108.211).

A comparação entre Brasil e Itália é marcante porque o país foi o centro da pandemia na Europa no mês de março. Brasileiros acompanharam atônitos as notícias que chegavam do país europeu: falta de leitos na UTI, médicos tendo que escolher quais pacientes colocar no respirador e caminhões frigoríficos transportando corpos.

Em março, o presidente Jair Bolsonaro concedeu entrevista ao Programa do Ratinho, do SBT, e falou sobre a Covid-19 (assista à entrevista na íntegra no vídeo abaixo). Uma frase dita por Bolsonaro naquela época está repercutindo nesta sexta-feira (5) nas redes sociais e foi até postada pelo perfil do Movimento Brasil Livre (MBL) no Twitter.

Publicidade

Publicidade
Publicidade

Em março, o Brasil apresentava um número crescente de casos e Bolsonaro afirmou que o país “não será como a Itália”. O presidente também comparou o país europeu com o bairro de Copacabana, com muitos idosos e prédios muito próximos uns dos outros.

Na mesma entrevista, Bolsonaro se colocou contra o fechamento de centros comerciais e de igrejas. O presidente mantém esse posicionamento até hoje, mesmo em meio ao aumento do número de casos. Bolsonaro tem acumulado falas polêmicas em relação a Covid-19 e vem sendo muito criticado. A popularidade do presidente tem caído, conforme levantamento do Datafolha.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br