in

TSE julga ações que pedem cassação da chapa de Bolsonaro nos próximos dias

Presidente e vice-presidente poderão ter chapas cassadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Ficlkr Alan Santos
Publicidade

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julga, na próxima terça-feira (9), duas Ações de Investigação Judicial Eleitoral (Aijes), que pedem a cassação da chapa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e de seu vice, o general Hamilton Mourão. Estarão em julgamento supostas irregularidades na campanha de 2018.

As ações foram apresentadas por Marina Silva e por Guilherme Boulos, que concorreram contra Bolsonaro e afirmam que a chapa foi beneficiada com o ataque hacker, que ocorreu a um grupo do Facebook na época das eleições. O grupo “Mulheres unidas contra Bolsonaro” foi atacado e o nome foi alterado para “Mulher com Bolsonaro #17”. Mensagens de apoio ao então candidato também foram postadas.

À época, Bolsonaro postou uma mensagem em seu Twitter, agradecendo às mulheres pelo apoio. O candidato usou uma foto da página para ilustrar o tuíte. Essa informação foi colocada no processo como indício de que Bolsonaro poderia ter participado do episódio ou, pelo menos, sabia do ataque à página.

Publicidade

As chances de condenação parecem ser pequenas. Em novembro do ano passado, o relator, ministro Og Fernandes, votou pelo arquivamento. O ministro Edson Fachin pediu vista e o julgamento foi adiado. Luís Roberto Barroso, atual presidente do TSE, agendou o julgamento para terça.

Publicidade
Publicidade

O ministro Og Fernandes afirmou, em seu voto, que não há prova de que Bolsonaro participou do ataque. O ministro ainda disse também que a invasão ao grupo não teve poder para alterar o resultado da eleição no Brasil. Bolsonaro foi eleito em setembro de 2018 com 57 milhões de votos.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br