in

Destaque de R$ 500 milhões é opção de Renato Portaluppi para a lateral esquerda

Lateral-esquerdo Guilherme Guedes vai brigar por posição com Bruno Cortez.

Divulgação Grêmio
Publicidade

A saída do lateral-esquerdo Caio Henrique, que retornou ao Atlético de Madrid, mexeu com o Grêmio. O jogador havia chegado ao clube no começo do ano, por empréstimo, e tornou-se titular absoluto de sua posição. Bruno Cortez, titular desde 2017, foi para o banco de reservas.

Sem Caio Henrique, Renato Portaluppi está em busca de um novo lateral para atuar pelo lado esquerdo do campo. A opção real do momento é o jovem Guilherme Guedes. O atleta foi formado nas categorias de base do Tricolor e volta a estar no centro das atenções dentro da equipe.

Guilherme Guedes é um jogador muito valioso. Em 2019, ele renovou contrato com o Imortal. A nova multa subiu para 80 milhões de euros (R$ 455 milhões na cotação atual). O valor da multa mostra que a diretoria do Grêmio deposita grandes esperanças no jogador.

Publicidade

Aos 21 anos, ele disputou apenas duas partidas pelo Grêmio na atual temporada. O lateral-esquerdo atuou na final da Recopa Gaúcha, contra o Pelotas, e enfrentou o mesmo adversários por 15 minutos em partida válida pelo Campeonato Gaúcho. No ano passado, Guedes foi emprestado à Ponte Preta, do interior de São Paulo, para ganhar experiência. Pela Série B, o lateral atuou em 12 jogos. No fim do ano, o jogador retornou ao Grêmio.

Publicidade
Publicidade

No momento, Renato Portaluppi tem Bruno Cortez e Guilherme Guedes como principais opções para a lateral. Pode ser o momento de Guedes despontar pelo Imortal e assumir seu lugar no time titular. Marcelo Oliveira, recuperado de lesão, também pode atuar pelo setor. Em 2019, ele anunciou que atuaria como zagueiro.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br