in

Filho tira a mãe da guerra na Síria, mas a perde para Covid-19 no Brasil

A luta de um jovem para trazer sua mãe da Síria para o Brasil, em fuga da guerra, é emocionante, mas o final não foi feliz.

Foto: Abdulbaset Jarour/Arquivo pessoa
Publicidade

Uma guerra incessante acontece há 9 anos na Síria. Desde o início dos confrontos até os dias de hoje, já foram mais de 380 mil mortos e cerca de 11 milhões de refugiados, que foram forçados a deixar o país por conta dos frequentes bombardeios e tiroteios.

Khadouj Makhzoum era uma senhora de 55 anos que havia resistido aos bombardeios na cidade de Aleppo, na Síria. Cansado da tensão no país onde residia, o filho de Khadouj, Abdulbaset Jarour, de 30 anos, veio ao Brasil, para a capital do estado de São Paulo, e trouxe sua mãe.

Abdul relatou uma luta emocionante para trazer sua mãe da Síria para o Brasil, a resgatando de uma guerra que vinha fazendo muitas vítimas nos últimos tempos. Entretanto, ao chegar no Brasil, Abdul não esperava que sua mãe enfrentaria outra guerra, mas esta mais silenciosa que a da Síria: contra a doença Covid-19.

Publicidade

Com o novo coronavírus instaurado em todo o mundo, o Brasil se tornou um dos epicentros da pandemia mundial e, em números de casos, só tem perdido para o Estados Unidos da América.

Publicidade
Publicidade

Khadouj contraiu Covid-19 e seu filho relatou a intensa dificuldade em sua mãe se comunicar com os médicos brasileiros, uma vez que ambos não sabiam falar com perfeição a língua portuguesa.

Khadouj Makhzoum faleceu aos 55 anos em decorrência de complicações da Covid-19. Muito abalado com o ocorrido, o filho da vítima, Abdul, deu uma entrevista ao G1, no podcast ‘O Assunto’, e relatou a emoção que sentiu ao trazer sua mãe para o Brasil e a tristeza ao perdê-la para Covid-19.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Bruno Avila

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com