in

Novo surto de ebola mata quatro pessoas e causa pânico na população

O surto foi registrado no Congo, país localizado na África, e apavora a população mundial.

Divulgação/ Comitê Internacional da Cruz Vermelha / Imagem de Arquivo Fonte: undefined
Publicidade

Em meio a pandemia do novo coronavírus, um novo surto epidêmico do ebola foi registrado. Nas redes sociais, a população brasileira mostrou desespero em relação aos novos casos do ebola, porém, tudo indica que a doença ainda está longe do Brasil.

O novo surto foi registrado no noroeste da República Democrática do Congo (RDC).  O ministro da Saúde. Eteni Longondo, declarou que quatro pessoas já haviam morrido com a nova epidemia.

Vale ressaltar que, desde agosto de 2018, o leste da RDC registra outra epidemia de ebola, que matou 2.280 pessoas. A previsão era para que a epidemia fosse anunciada como controlada em 25 de junho.

Publicidade

O vírus ebola causa uma febre hemorrágica extremamente fatal. Entre maio e julho de 2018, a província de Equador registou 54 casos, sendo 33 deles fatais. Somente 21 pessoas se curaram do ebola.

Publicidade
Publicidade

As quatro mortes registradas neste novo surto epidêmico aconteceram em um bairro de Mbandaka, que é a principal cidade da província de Equador. A cidade fica a 600km do norte da capital Kinshasha.

As duas cidades ficam ligadas pelo rio Congo. Para atravessar de Mbandaka para Kinshasa é necessário uma semana de viagem por meio de navegação.

O INRB (Instituto Nacional de Pesquisa Biomédica) confirmou os exames positivos para a doença causada pelo vírus ebola.

Por mais que parte da população mundial se desespere com as notícias entorno do vírus ebola, não há indícios de que o vírus possa se tornar protagonista de uma nova pandemia. No momento, o governo do Congo tenta conter o contágio imediatamente.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Bruno Avila

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com