in

Governo projeta estender o auxilio emergencial e valor pode mudar

A terceira parcela será paga ainda neste mês de junho e beneficiários estão na expectativa pela continuidade.

Evaristo Sá
Publicidade

A crise econômica criada em virtude da pandemia do coronavírus parece atingir vários países ao redor do mundo, fazendo com que muitas pessoas fossem afetadas direta ou indiretamente.

Diante da complicada situação financeira, alguns países tomaram medidas para tentar aquecer a economia local, com o intuito de não agravar ainda mais a crise proveniente da doença.

Como foi o caso do Brasil, que entre outras medidas decidiu conceder um auxílio emergencial no valor de R$600 para pessoas que atendessem há alguns critérios, sendo que algumas mulheres poderiam receber a quantia de R$ 1.200,00.

Publicidade

Porém, em primeiro momento o benefício foi concedido apenas por três meses, fazendo com que as pessoas que recebem esse auxílio fiquem preocupadas, pois a crise persiste em muitos locais.

Publicidade
Publicidade

Com isso, o governo federal decidiu que o benefício será estendido, e o comunicado foi feito através do Ministério da Economia, contudo ainda não se sabe por quanto tempo e se o valor atual será mantido.

Uma das alternativas estudadas pelo setor econômico do país é a de que o auxílio emergencial pode ser estendido por mais um mês, sendo que o valor atual seria o mesmo pago nos três primeiros meses.

Entretanto, outras possibilidades também são levadas em conta. Podendo o valor atual ser dividido, o que faria com que o pagamento fosse realizado em 2 parcelas de R$300 ou 3 parcelas de R$200.

Vale lembrar, que o responsável pelo setor econômico, o ministro Paulo Guedes, relatou internamente que o país não possui condições de bancar o auxílio até dezembro, pois o Tesouro Nacional não teria caixa.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade