in

Casa Branca apaga suas luzes e Trump é levado para esconderijo subterrâneo em meio a protestos

Após manifestações na frente da Casa Branca, foi necessário que o presidente fosse levado a um bunker.

Reprodução: Uol / Yahoo
Publicidade

Os Estados Unidos presenciam uma forte onda de protesto motivado pela morte de George Floyd, um homem negro que teria sido assassinado por policias brancos no país norte americano. Na frente da Casa Branca, milhares de pessoas manifestam sua luta pela causa, e a violência vem sendo utilizada como meio.

Publicidade

Segundo informações do jornal The New York Times, a força policial teve que fazer o uso de bombas de gás para tentar controlar a situação e dispersar quem estava manifestando, com o intuito de proteger um dos mais fomos ícones do país: a Casa Branca, e consequentemente, também o presidente.

Publicidade

Publicidade

Com as luzes apagadas, a Casa Branca presencia dias de violência às escuras. Nesta sexta-feira (29), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, teve que ser levado a um bunker dentro do recinto, uma espécie de esconderijo subterrâneo, para a sua segurança. A notícia se disseminou pela web, onde cogitam que o pior possa vim a acontecer.

O presidente teria ficado no abrigo por cerca de uma hora. O lugar é de alta segurança e foi construído para ser utilizado em caso de ataques terroristas. A informação foi confirmada por pessoas que participam do partido Republicano.

Os protestos também aconteceram em outras cidades do país, como Nova York, Boston, Louisville e Chicago. Trump se manifestou acerca das atitudes no Twitter, onde alegou que irá considerar grupos antifascistas como terroristas. O movimento se expandiu também na internet, onde estão usando a #BlackLivesMatter como forma de mostrar que as vidas de homens negros são tão importantes quanto às de homens brancos.

Escrito por Rafael

Rafael Ferreira é um escritor apaixonado por jornalismo. Gosta de redigir notícias, levando entretenimento e cultura para seus leitores. Sinta-se a vontade para entrar em contato: rafael_ferreira_@live.com