in

Policial civil adota cinco filhos da vítima após atender ocorrência de crime

A policial civil Flaviana formou uma família após ocorrência policial.

Divulgação/G1
Publicidade

O que parecia ser apenas mais um dia de trabalho comum na DHPP – Divisão de Homicídio de Proteção à Pessoa, em Natal, se tornou uma mudança completa na vida de uma policial civil. O plantão do dia 5 de agosto de 2018 mudou completamente o rumo de Flaviana Bezerra. Foi nesta ocasião, nas primeiras investigações de um crime, mesmo de forma inconsciente, ela já começava a adotar os seus cinco filhos.

A policial recorda bem daquele dia, pois estava retornando de seu período de férias. “Esse foi um dia muito difícil porque meu pai teve uma suspeita de infarto e por causa disso meu irmão também passou mal. Meus colegas queriam que eu não fosse trabalhar para ficar com ele, mas meu pai melhorou e eu fui para o plantão”, contou a agente.

Ela foi atender um caso de homicídio, em que um homem foi assassinado na frente do neto e de cinco filhos, três crianças, dois adolescentes um bebezinho que tinha 11 meses de vida. Infelizmente, as crianças e os jovens tinha perdido a mãe três anos antes durante um procedimento cirúrgico.

Publicidade

Flaviana não tinha pretensão de ter filhos, mas naquele momento já começava a se tornar mãe.  Quando foi até ao local em que as crianças viviam ficou em choque, pois era um lugar cheio de lixo e não tinha alimentos. Eles trabalhavam na rua catando lixo e estavam passando fome. Os agentes levaram as crianças para a casa de uma tia que não os recebeu bem, de acordo com a policial.

Publicidade
Publicidade

Flaviana conseguiu ajuda angariando doações e levando para as crianças na casa da tia, local onde ficaram por algumas semanas. A policial foi se envolvendo cada vez mais e tomando amor pelas crianças. Inclusive, ela ressalta que todos eram muito inocentes e que na noite que o pai foi assassinado, havia sido um dia feliz, pois foi a primeira vez que eles comeram pizza, relembrou a agente.

A tia que estava morando com as crianças resolveu sair da cidade e eles não podiam ficar sozinhos, pois seriam encaminhados a um orfanato. Preocupada com a situação, foi quando tomou a decisão de fazer a adoção dos cinco. Flaviana revela que as crianças são apaixonadas por sua família e os familiares receberam todos de braços abertos.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade