in

William Waack tenta dar lição sobre racismo ao vivo na CNN, mas sofre terrível revés

A CNN Brasil escalou William Waack para comentar a onda de protestos contra o racismo nos Estados Unidos.

Reprodução: Natelinha/G1
Publicidade

O apresentador William Waack deu o que falar ao comentar a onda contra o racismo que sofre os Estados Unidos. Desde a morte de um negro sob custódia em uma abordagem policial, milhares de pessoas tem ido às ruas para protestar. Alguns desses protestos tem sido mais violentos. Delegacias, prédios e até lojas foram invadidas em algumas cidades. O comentário de William Waack ocorre três anos após o apresentador ser demitido da Globo, após acusações de racismo.

William Waack falou sobre os protestos nesta sexta-feira, 29 de maio. O apresentador abordou o caso durante a CNN Brasil. No entanto, por meio das redes sociais, internautas falaram sobre o tema e atacaram o comunicador. O assunto deu o que falar, sendo abordado em várias páginas, como mostra uma reportagem do site Natelinha.

“Muito legal saber que a CNN Brasil colocou William Waack pra falar sobre racismo. É sempre bom contar com um especialista no assunto”, disse um internauta ironizando tudo o que houve na web. 

Publicidade

“O racismo brasileiro é tão estrutural e cínico que William Waack, demitido da Globo pela frase racista ‘Não vou nem falar, porque eu sei quem é… é preto. É coisa de preto!”, disse outro internauta ao falar sobre a postura do apresentador da CNN Brasil.

Publicidade
Publicidade

William Waack foi acusado de racismo em áudio vazado da Globo

O apresentador em 2017 teve um áudio vazado no qual foi acusado de racismo. Na época, ele ainda estava a frente do Jornal da Globo. A repercussão foi tão grande que pouco tempo depois a TV Globo acabou demitindo o jornalista.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
FERNANDO B

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.