in

Lembra do Compadre Washington? Após anos difíceis, ele prova que a vida dá voltas

O ‘eterno’ vocalista da era de ouro do grupo É O Tchan passou por muitos apertos nestes últimos anos.

Veja
Publicidade

Compadre Washington é até hoje um dos músicos mais conhecidos e respeitados do país. Muito de seu sucesso e fama vieram durante a década de 90, quando explodiu com o grupo É O Tchan. Nesta época, o grupo estava quase que diariamente aparecendo em algum canal de TV, sempre nos principais horários.

Mas apesar de toda a fama e reconhecimento, os últimos anos de Compadre Washington não foram dos mais fáceis. Próximo ao fim de 2019, o cantor sofreu com a grave acusação de abandono afetivo, feito por sua ex-companheira, Débora Souza. O vocalista do É O Tchan teve uma criança com ela e que hoje está com 9 anos.

Na ocasião, além de ter sido acusado de abandonar a criança, Débora ainda alegou que a pensão de seu filho estava sendo paga de forma irregular, ainda de acordo com a mesma, o valor pago para o sustento do menor seria de 2 salários mínimos. O relacionamento entre eles se deu em 2006, eles se conheceram através das redes sociais.

Publicidade

Ainda em 2019, mais especificamente em maio, Washington acabou precisando passar por uma internação hospitalar. Naquela ocasião, de acordo com sua assessoria, o Compadre tinha sofrido uma queda, onde bateu a cabeça, isso em decorrência de um assalto.

Publicidade
Publicidade

Neste evento, Washington teve seu celular roubado e a assessoria disse que o cantor não corria risco de vida, apesar do impacto que teve na cabeça.

Em 2020, cantor segue atuante

No mês de maio de 2020, o cantor, que ainda está à frente como vocalista do grupo É o Tchan, fez uma participação em um festival online que também contou com as apresentações de Babu Santana e Jota Quest.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Mari

Escrito por Mari

Alguém que curte escrever sobre entretenimento e diversidades.