in

Caso Rafael: o que mãe fez após matar o próprio filho no RS foi frio e calculista

Rafael Mateus Winques, de apenas 11 anos, foi morto pela mãe em cidade do norte do Rio Grande do Sul.

Arquivo pessoal Alexandra Dougokenski
Publicidade

A cidade de Planalto, no norte do Rio Grande do Sul, está em luto e em choque. A morte do menino Rafael Mateus Winques, de apenas 11 anos, mexeu com todos. O garoto desapareceu no dia 15 de maio. A avó materna foi a primeira a notar a falta do neto.

A partir daí, iniciou-se uma busca. O que ninguém poderia imaginar é que o menino fora assassinado pela própria mãe, Alexandra Dougokenski. Ela confessou o crime e levou os policiais até o corpo dez dias depois do desaparecimento. A notícia caiu como uma bomba na família.

Um detalhe, porém, chama a atenção. Alexandra procurou o Conselho Tutelar de Planalto, no dia 15 de maio, para falar sobre o desaparecimento do filho. Ela pediu ajuda às conselheiras que atendem no local. Karen Diemer, de 31 anos, é conselheira do local e falou sobre o episódio em entrevista à GaúchaZH.

Publicidade

“Ela disse que o havia coberto, por volta de 10 da noite do dia anterior, uma quinta-feira, e na sexta, de manhã, quando ela levantou para tomar o seu chimarrão ou café, não o achou mais na cama. E disse que a porta da casa estaria destrancada”, afirmou.
Alexandra também postou mensagem no Facebook.

Publicidade
Publicidade

A conselheira disse também que é normal mães de crianças desaparecidas procurarem primeiro o Conselho Tutelar. Para a Polícia Civil, porém, o fato de Alexandra ter ido ao Conselho Tutelar e não à polícia chamou a atenção e levantou suspeitas sobre ela.

Karen também contou que Alexandra parecia estar nervosa. Outro detalhe é que a mulher, que depois confessou ter matado o próprio, voltou outras duas ou três vezes ao Conselho Tutelar para perguntar sobre o filho. Quando não ia até o local, a mulher buscava informações pelo WhatsApp.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br